terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Samarone Pinheiro poderá frustrar planos da deputada Juliana Moraes Souza

Foi divulgado pelo blog do repórter Tiago Mendes, conhecido também por suas análises da política local, o convite que o vice-prefeito de Parnaíba, Marcos Samarone Pinheiro, do Solidariedade – SD, teria recebido para ingressar no Partido Social Liberal – PSL. O convite foi formalizado pelo presidente da sigla a nível estadual, Sérgio Bandeira. Conforme divulgado, o objetivo seria fortalecer o grupo mantido pelo partido e lançá-lo como candidato a deputado estadual nas eleições vindouras de 2018. A articulação teria sido feita pelo representante do partido em Parnaíba e também secretário de esportes, Maksuel Brandão.

A notícia foi um “banho de água fria” na deputada Juliana Moraes Souza (PMDB), que esteve recentemente em Parnaíba em busca de apoio político junto às pessoas que apoiam o atual prefeito. A parlamentar que já vinha perdendo espaço na política no norte do Estado do Piauí, deve ter um grande desfalque no número de lideranças já listadas por ela, pois Samarone se encontra mais “entrosado” com o grupo do qual participa.

Mas, o vice-prefeito de Parnaíba que tem pretensões de buscar uma vaga no legislativo estadual em 2018 ainda tem muita coisa pra enfrentar. 
Mão Santa e Marcos Samarone são investigados por suspeita de compra de votos. Se comprovado, os dois terão seus diplomas cassados e podem ficar inelegíveis por oito anos.

Por Tacyane Machado

Uma possível candidatura será totalmente diferente, diz Zé Hamilton

O deputado estadual José Hamilton (PTB) foi o entrevistado desta terça-feira (31) no Jornal da Costa Norte. O parlamentar iniciou falando sobre o retorno dos trabalhos na Assembleia Legislativa, que realiza a primeira sessão do ano na próxima quinta-feira, quando o deputado Themístocles Filho tomará posse mais uma vez como presidente da casa.
“Eu acho que o deputado Themístocles, neste momento de crise política, foi mantido por unanimidade no cargo para que não se criasse dificuldades. Eu concordo com os deputados, porque realmente é um momento que exige tranquilidade e paz para que possamos seguir em frente durante este ano”, comentou.
Zé Hamilton disse ainda que considera gravíssima a crise econômica vivida no país e que por isso o Piauí também passa por problemas. “Mas ainda se respira. O Estado paga os funcionários e fornecedores em dia. Porque a partir do momento que você deixa de pagar, torna a economia ainda pior, se perde empregos, fica ruim para o comércio”, pontuou.
Sobre as eleições do próximo ano, foi perguntado se o deputado seria novamente candidato e ele respondeu: “Uma possível candidatura será totalmente diferente. Eu acho difícil contar com o apoio de grande parte dos vereadores, que já tem compromissos com outros candidatos. Isso é um direito deles. Mas, em Parnaíba, são 17 vereadores e 90 mil eleitores, e eu não vou atrás dos 17, mas sim dos 90 mil. Até porque não tenho condições de disputar em outra região”.
O deputado completou o raciocínio com a seguinte colocação: “Se o parnaibano entender que pela minha história eu mereço, então que façam o julgamento. É claro que os vereadores são importantes, mas se não posso contar com o apoio, isso não me preocupa e nem traz constrangimento. Se eu for candidato, serei pelos eleitores, que terão a oportunidade de escolher alguém sem vinculação e nem um tipo de benesse. Se for possível, bem. Se não for eu volto e vou ficar trabalhando na minha roça”.
Durante a entrevista, Zé Hamilton chegou ser questionado por um telespectador - através de mensagem enviada pelo Whatsapp - sobre sua avaliação da nova administração municipal, com o prefeito Mão Santa. “Eu acho que não é ético da minha parte fazer qualquer tipo de comentário neste sentido porque eu já fui prefeito. Poderia soar como se eu quisesse dizer que fui melhor”, argumentou.
O parlamentar afirmou que logo após a retomada dos trabalhos na Alepi, vai ter uma reunião com o governador o Wellington Dias, ocasião em que pretende cobrar mais segurança pública para Parnaíba. “Também vou levar até ele o nosso plano para a questão da bacia leiteira. É criar um fundo para o desenvolvimento da pecuária. Isso eu conheço relativamente bem e acho que posso dar uma ajuda”, afirmou.
Ao término da entrevista, Zé Hamilton deixou sua mensagem de pesar pelo falecimento de José Horácio Gayoso e Almendra, além de ter destacado pontos importantes de sua trajetória. O piauiense foi por muitos anos executivo da multinacional Philips, cargo que utilizou para destinar uma série de benefícios para Parnaíba, através da fundação social da empresa.
portalcostanorte

TCE-PI está de olho nos municípios em 'emergência' que anunciaram carnaval

Resultado de imagem para tce piO Ministério Público de Contas do Estado vem fazendo um levantamento entre as prefeituras que emitiram decreto de emergência, e agora estão anunciando festas de carnaval a serem pagas pelo poder público.

Ao jornal Diário do Povo, o procurador Plínio Valente ressaltou a contradição dos gestores.


O Tribunal de Contas do Estado já sinalizou que, em casos flagrantes do uso dos decretos para execução de gastos desnecessários, o MPC será acionado para ajuizar ações contra os gestores.

180graus

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Após readequação de projeto técnico, Wellington Dias autoriza retomada das obras da estrada da Pedra do Sal

Após readequação do projeto técnico inicial e negociação com a empresa responsável pelos serviços, o governador do Estado, Wellington Dias (PT), designou por meio do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), a retomada das obras da estrada da Pedra do Sal.
A estrada da Pedra do Sal é uma reivindicação dos moradores da área, como também de todos os que fazem o turismo local, pois uma via em boas condições de tráfego impulsiona as atividades desenvolvidas em prol do desenvolvimento da região.
As obras de alargamento da rodovia PI-116, que também visa restauração, pavimentação asfáltica e duplicação da rodovia, terá 18 km de asfalto. Após término, toda a sua extensão receberá a sinalização necessária.

Em junho de 2016, Wellington Dias, assinou decreto para a urbanização da Orla da Pedra do Sal e os trabalhos em torno dessa obra devem ter início no ano corrente, o que deve agregar ainda mais ao turismo local.


Por Tacyane Machado

Cármen Lúcia homologa as 77 delações da Odebrecht

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, homologou as 77 delações de executivos e ex-executivos da construtora Odebrecht. Agora, o material será encaminhado para a Procuradoria-Geral da República, que vai analisar os documentos para decidir sobre quais pontos irá pedir investigação.
De acordo com a assessoria de imprensa do STF, o conteúdo das delações continua sob segredo de Justiça. O sigilo só deverá ser derrubado após a abertura de investigação sobre os fatos informados pelos delatores.
Na sexta-feira (27), juízes auxiliares do gabinete do ministro Teori Zavascki concluíram as audiências com os 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht que fecharam acordo no âmbito da Operação Lava Jato. A homologação dá validade jurídica às delações.
Teori era relator da operação no tribunal. Com a morte do ministro, em um acidente de avião no último dia 19, a presidente do STF autorizouque os juízes auxiliares concluíssem os trabalhos.
Nas audiências com os executivos e ex-executivos da Odebrecht, os juízes perguntaram aos delatores se as informações foram prestadas nos depoimentos de livre e espontânea vontade, sem coação por parte dos investigadores.
Um dos últimos delatores ouvidos no trabalho de checagem das delações foi o ex-presidente e principal herdeiro do grupo, Marcelo Odebrecht, que participou da audiência no presídio onde está, em Curitiba (PR) .
Escolha do novo relator
Outra decisão importante que deve ser tomada por Cármen Lúcia nos próximos dias é sobre a escolha do novo relator da Lava Jato no tribunal. Os processos da operação envolvem dezenas de políticos, lobistas e empresários investigados no esquema de corrupção que atuava na Petrobras.
Teori concentrava a supervisão das investigações, tocadas por Ministério Público e Polícia Federal. A importância do novo relator, bem como o critério pelo qual será designado, se relaciona à sua responsabilidade no curso dos inquéritos e ações penais contra os parlamentares.
A expectativa é de que a decisão sobre quem será o novo relator da Lava Jato ocorra nesta semana, quando o STF volta do recesso.
Uma das possibilidades mais consideradas ultimamente é o sorteio entre os outros atuais ministros da Corte.
Segundo o Regimento do STF, caberia à presidente do STF determinar a redistribuição “em caráter excepcional”, sem especificar em que situações concretas isso ocorrerá.
Mesmo nessa hipótese, abrem-se pelo menos duas possibilidades no STF, dependendo de quem poderá participar do sorteio: se os cinco ministros da Segunda Turma (à qual pertencia Teori e onde são analisados os processos da Lava Jato) ou todos os 10 ministros que compõem o plenário aptos a relatar o caso (como presidente, Cármen Lúcia fica fora de qualquer relatoria).
Integram a Segunda Turma os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.
Fonte: G1

Em Parnaíba, trabalhadores da limpeza pública são transportados em pá carregadeira de trator


O registro foi feito por um leitor na manhã desta segunda-feira, no Bairro Pindorama, que flagrou trabalhadores da limpeza pública sendo transportados na pá carregadeira de um dos tratores utilizados no serviço realizado pela Secretaria Municipal dos Serviços Urbanos.
Além das botas, os trabalhadores não possuem nenhum outro Equipamento de Proteção Individual – EPI durante a execução dos serviços de limpeza. Os EPI são todos os produtos de uso individual, destinado à proteção do trabalhador, minimizando riscos que ameaçam a segurança e a saúde no trabalho. O seu uso é uma exigência da legislação trabalhista e o não cumprimento, poderá acarretar em ações de responsabilidade civil e penal, além de multas aos infratores.


Atenção, secretária Maria das Graças Moraes Souza! Essa não é a maneira de tratar trabalhador e tampouco proteger quem está nas ruas em busca do sustento.


extraparnaiba

Wellington Dias debate saídas para economia e política na 10ª Bienal da UNE

O governador Wellington Dias participou, nesse domingo (29), em Fortaleza (CE), de uma das mesas-redondas da 10ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE), o maior festival estudantil da América Latina. Os participantes da mesa debateram sobre a reinvenção da economia e as saídas para a crise.
Além de Wellington, estavam entre os debatedores o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes; a ex-deputada federal pelo PSOL do Rio Grande do Sul, Luciana Genro; a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B/AM) e o ex- assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia.
“Eu fiquei muito encantado em ver líderes do Brasil inteiro comparecendo aqui à Bienal da União Nacional dos Estudantes, uma entidade que completa agora 80 anos. Aqui tratamos de temas da maior prioridade do Brasil, como: Qual o caminho para sair da crise política? Qual o caminho para sair da crise econômica e garantir o respeito à soberania do país? E fiquei muito feliz também em ver na fala de muitos jovens um conhecimento profundo da realidade do que acontece no Brasil”, pontuou Dias.
Wellington participa da 10ª Bienal da UNE( Foto: Lorena Costa)
Segundo o governador do Piauí, as principais saídas para a crise econômica passam pelo setor público. “Aqui, eu manifestei que, de tudo que eu acompanho no Brasil e no mundo, não há saída para a economia, por exemplo, se não começar pelo setor público. Então há necessidade de ampliar investimentos públicos casados com o privado; reduzir juros;  garantir ampliação do crédito e garantir crédito mais barato com prazos melhores; garantir a captação de recursos lá fora, onde os juros estão mais baixos”, ressaltou Wellington Dias.  

Ainda de acordo com o chefe do Executivo estadual, é preciso garantir o compromisso com essa rede de proteção social que foi criada no Brasil, durante os governos Lula e de Dilma. Realizar investimentos que possam atrair outros investimentos, além de implantar medidas para combater a sonegação fiscal para aumentar a receita sem onerar os que, de forma honesta, pagaram os seus tributos. 
Bienal

Para Felipe Belasquem, um dos quase 10 mil estudantes que participam da 10ª Bienal da Une, "o evento consegue reunir aqui o pensamento da juventude brasileira  na sua mais profunda representatividade não só por regiões, mas de concepções, pensamentos e sociedade. Temos aqui forças dos mais variados espectros políticos, então reúne a inteligência e a efervescência da juventude brasileira para debater soluções para o Brasil. Essa mesa cumpre exatamente esse papel de reunir os estudantes junto com grandes figuras, expoentes da política nacional para  tentar encontrar caminhos para esse momento difícil que estamos atravessando” , disse o aluno do 3º período do curso de Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
A Bienal da UNE chega à 10ª edição e celebra os seus quase 20 anos de existência com uma vasta programação cultural no Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza. Entre os dias 29 de janeiro e 01 de fevereiro de 2017, o evento recebe quase 10 mil estudantes vindos de todas as regiões do país.

“Em meio a tantos ataques aos nossos direitos, vamos reagir exaltando a cultura do povo brasileiro e com coragem para conquistar o futuro que 
10ª Bienal da UNE, em Fortaleza.
queremos. Um novo tempo onde a educação no nosso país seja realmente tratada com a prioridade que merece e que possamos lutar por avanços e não apenas para barrar retrocessos”, destacou a presidente da UNE, Carina Vitral.

Neste ano, o evento tem como tema “Feira da Reinvenção”, em alusão ao potencial criativo do povo brasileiro e à possibilidade de reinvenção de linguagens, estéticas, formas de luta, de resistência e de arte, a partir das feiras populares. A 10ª Bienal também dará início às festividades dos 80 anos da UNE, comemorada no dia 11 de agosto.
ccom

RETROCESSO NA EDUCAÇÃO: Temendo fechamento de escola, moradores solicitam presença de vereadora na Zona Rural de Parnaiba

Moradores da Ininga, localidade na zona rural do município de Parnaíba, solicitaram a presença da vereadora Fátima Carmino em reunião organizada por pais e responsáveis de alunos e a comunicaram sobre a possibilidade e o temor de ter a única escola da comunidade fechada pela Secretaria Municipal de Educação.
A vereadora participou da reunião, que contou com a presença do conselho escolar e pais de alunos e ouviu a reivindicação dos responsáveis. Todo o conteúdo foi registrado em ata e deverá ser levado por representantes da escola e pela parlamentar ao secretário de educação, Roger Jacob.
Os pais colocaram em questão as dificuldades que possuem no dia a dia para manter os filhos na escola. Todos trabalham na colheita dos Tabuleiros Litorâneos e dizem que, ter uma escola na comunidade é um direito que possuem. Relataram também que, não admitirão perder o pouco que foi conquistado, já que as localidades na zona rural possuem difícil acesso por meio de estradas vicinais e que em períodos chuvosos, o tráfego fica ainda pior.
No caso da comunidade Ininga, as matrículas de alunos não diminuíram e sim, tem crescido com o passar dos anos. Vale ressaltar também, que a escola foi criada para este fim, atender os moradores da área, que trabalham em atividades rurais.

Assegurados por Lei

As comunidades rurais também são amparadas por uma Lei sancionada pela ex-presidenta Dilma Rousseff, que dificulta o fechamento de escolas rurais, indígenas e quilombolas. A Lei 12.960, de 27 de março, altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para fazer constar exigência de manifestação de órgão normativo, como os conselhos municipais de Educação, do sistema de ensino para o fechamento desse tipo de escola. A lei foi publicada no Diário Oficial da União no dia 28 de março de 2014.

Além de exigir que o órgão normativo opine sobre o fechamento da unidade de ensino nessas áreas, a lei estabelece que a comunidade escolar deverá ser ouvida e a Secretaria de Educação deverá justificar a necessidade de encerramento das atividades da escola.

Conforme a justificativa da Lei, decisões tomadas sem consulta causam transtornos à população rural que deixa de ser atendida ou passa a demandar serviços de transporte escolar.


Por Tacyane Machado

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Comunicado importante da prefeitura de Luis Correia

A Secretaria da Saúde de Luís Correia reforça que o caso de FEBRE AMARELA, ainda NÃO CONFIRMADA pelo Estado do Piauí, foi importado do Estado de Minas 
Gerais.
Este paciente esteve hospedado em Luís Correia no BAIRRO COQUEIRO DA PRAIA.
Preocupado com a saúde da população de Luís Correia, será realizado um bloqueio vacinal no raio de 200 metros da Igreja Nossa Senhora do Livramento; equipes de vacinação farão visitas casa-a-casa, no sábado (28/01) das 14:00 as 17:30h e no domingo (29/01) de 08:00 as 11:30h, para avaliar os cartões de vacina e administrar a vacina de FEBRE AMARELA nas pessoas de 9 meses a 59 anos que tiverem 
necessidade.
Além da equipe de vacinação, o carro fumacêestará passando nas ruas, pedimos que abram as portas e janelas.
Durante a semana do dia 30/01 a 03/02, os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias, visitarão as casas orientando o combate aos criadouros do mosquito AEDES AEGYPTI, causador da DENGUE, ZIKA, CHIKUNGUNYA E FEBRE AMARELA, pois o mosquito, ao picar uma pessoa infectada com a doença (FEBRE AMARELA), se contamina e poderá transmití-la para várias pessoas em um curto espaço de tempo.
Solicitamos a colaboração de todos, recebam os profissionais de saúde em suas residências, mantenha os quintais limpos, e evitem o acúmulo de água parada em recipientes destampados e caixas d’água, pois esse mosquito além de causar todas essas doenças pode levar a morte.

Pedro Júnio Fontenele Brito
Secretaria Municipal de Saúde

Francisco Araújo Galeno
Prefeitura Municipal de Luís Correia

Prefeitura fecha portas do Centro de Especialidades em Saúde de Parnaíba

Mesmo com um prefeito e um secretário da saúde médicos, Parnaíba regride quanto aos atendimentos de saúde. O Centro de Especialidades em Saúde (CES) – Dr. Odival Resende inaugurado em dezembro de 2015 está com as portas fechadas, prejudicando pacientes não só do município como também, de toda a planície litorânea.

O CES que ficava localizado na Rua Simplício Dias, nº 143, em frente ao Batalhão do Corpo de Bombeiros, compreendia o atendimento em 32 especialidades de saúde e ainda oferecia exames para os pacientes.

Populares tem buscado o atendimento, mas se deparam com o local fechado. Conforme uma denúncia recebida pelo Extra Parnaíba, uma paciente com necessidade de uma consulta com ortopedista foi encaminhada de uma Unidade Básica de Saúde – UBS para o CES, mas ao chegar no local foi orientada a buscar auxílio no prédio onde funcionou o PAM na Praça da Graça e de lá a mandaram para a Clínica São Lucas, localizada na Rua Riachuelo, no centro da cidade.
Ao chegar a Clínica São Lucas pediram que a senhora retornasse para a Unidade Básica de Saúde porque não há previsão para esse tipo de atendimento especializado. Outras informações dão conta de que, o local não possui estrutura adequada para receber a população parnaibana. Além dos inúmeros prejuízos para a saúde pública, pacientes que precisam dos médicos para atestar a saúde e receber auxílio-doença, aposentadoria pelo INSS não vão poder e podem perder seus benefícios.

O atendimento que tem sido realizado em um prédio em frente à Praça Santo Antônio, tem sido feito de forma inadequada para quem prometeu agilidade nos serviços de saúde do município. A estrutura do local além de não ser adequada para ser um Centro de Especialidades, espaço insuficiente para o atendimento das especialidades que antes eram atendidas no antigo local.

A Secretaria Municipal da Saúde informou através dos meios de comunicação que o CES funcionará a partir da próxima semana de forma integral no prédio em frente a Praça Santo Antônio. Por enquanto, a população precisa aguardar doente em casa por atendimento especializado.

Extraparnaiba

Vereadora Fátima Carmino reúne-se com presidente do Tribunal de Contas do Estado

A vereadora Fátima Carmino, reuniu-se nesta sexta-feira com o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, o conselheiro Olavo Rebelo, ocasião onde tratou de assuntos referentes à administração pública como também para tratar de um seminário que será realizado pelo órgão no município de Parnaíba.

Um dos assuntos em pauta durante a visita será a realização do III Seminário para os novos gestores e ouvidoria itinerante em Parnaíba – PI, que acontecerá no mês de fevereiro no município e tem como público-alvo, prefeitos, vice-prefeitos, presidentes de câmaras, vereadores, conselheiros municipais e servidores.

Por Tacyane Machado

Clínica de Microcefalia do Ceir é a vencedora do Campeonato do Bem


O governador Wellington Dias participou, na noite dessa quinta-feira (26), da 12ª edição do Prêmio Piauí de Inclusão Social, promovido pela Rede Meio Norte e que divulga iniciativas que mudam a realidade de centenas de pessoas, com ações positivas, que estimulam o empreendedorismo, geração de emprego e renda, acesso à educação e ao mercado de trabalho e inclusão social.

Dentre os agraciados, a Clínica de Microcefalia do Ceir foi a campeã na categoria “governamental” e também a grande campeã da noite. Em 2013, o Ceir já havia recebido o prêmio principal, obtendo destaque com o projeto Reabilitação Desportiva. O projeto Pré-Enem Seduc, promovido pela Secretaria de Estado da Educação, recebeu menção honrosa pelo serviço prestado à comunidade.



Entre as 27 iniciativas que concorreram ao prêmio, foram escolhidas em cinco categorias empresas, organizações governamentais, organizações não governamentais, cooperativas/associações e empreendedores endividuais. Além dos prêmios conferidos às cinco categorias fixadas no regulamento, também foram agraciadas, com Menção Honrosa, pessoas e instituições que sejam reconhecidas como executores permanentes de inclusão e de promoção humana no estado do Piauí.

Governador na solenidade do Prêmio Piauí de Inclusão Social( Foto: Francisco Gilásio)A Clínica de Microcefalia do Ceir existe desde março de 2016, após o aumento de casos da doença no Brasil e também no Piauí para o tratamento da doença e apoiar os pacientes e familiares para a convivência com as limitações decorridas da má formação, com intervenções para aumentar os laços entre a família e paciente.  A clínica conta com profissionais capacitados e oferece serviços de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia e serviço social e tem capacidade para atender até 200 crianças.

Para o diretor da Clínica de Microcefalia, médico Benjamim Vale, as famílias e, principalmente as mães, são os grandes vencedores e podem ser chamados de heróis. Na oportunidade, também agradeceu toda a equipe que soma esforços na tentativa de diminuir o sofrimento causado pela doença e usou as palavras de Platão para descrever todos que fazem este serviço com carinho. “O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê”, disse o médico.

Pré-Enem Seduc

Secretária Rejane Dias recebe prêmio pelo Pré-Enem Seduc( Foto: Francisco Gilásio)O Pré-Enem, realizado pela Seduc, também recebeu menção honrosa. “Quero dividir essa alegria com todos que fazem a Secretaria da Educação, com todos nossos professores, técnicos que fazem com muito amor. Por isso que os frutos aparecem e o Pré-Enem, na verdade, nasceu de experiências que nós fomos buscar em outros estados. Fomos inovando em algumas ações e, entre elas, podemos dizer o Passe Livre, onde possibilitamos que mais de 10 mil alunos pudessem fazer a prova no dia. E isso é muito importante porque os alunos deixavam de fazer a prova porque não tinham nem vale-transporte, tanto é que o Piauí foi o estado com maior presença de alunos no Enem do país. Tem destaque também com relação aos detentos. O Piauí, com relação ao número de detentos, comparado aos outros estados, é o que tem mais detentos estudando no país. Foi importante porque levamos revisões para lá, também", destacou o governador Wellington Dias.

O Governo do Estado é parceiro do evento desde a primeira edição. O governador  falou da importância de apoiar eventos como esse no Piauí. "A gente patrocina vários eventos, então, como não apoiar campeonatos do bem como esse? Nós temos intolerância, tantas coisas ruins que acontecem no dia a dia, acaba passando a impressão que não tem jeito, quando a gente abre os meios de comunicação e encontra coisas ruins. Mas naquilo que vocês fizeram e fazem, existe uma esperança. A gente tem que perceber que nem tudo está perdido, por isso que o Estado é parceiro do sistema nesse trabalho. Eu só tenho a agradecer e, como governador do Estado e em nome do povo do Piauí, agradeço a todos pela iniciativa e confesso que não queira estar no lugar de quem julgou, porque sei da dificuldade em escolher uma instituição ou empresa em meio a tanta coisa boa que temos no Piauí”, disse Wellington.

Governo do estado libera 1,2 milhão para Censo Pesqueiro

O governador Wellington Dias liberou recursos na ordem de 1,2 milhão de reais para realização do Censo Pesqueiro Marinho e Estuarino no litoral do Piauí. O objetivo da pesquisa é coletar informações para viabilizar investimentos em políticas públicas no setor.

Segundo o coordenador do Centro de Referência em Recursos Pesqueiros e Aquicultura (Ceraqua), Guilherme Gondolo, mais de 20 mil pessoas trabalham direta ou indiretamente no setor marinho e o governo não tem dados precisos sobre as diversas atividades que o setor proporciona. “Sabemos, por exemplo, que as mulheres não vão para o mar, mas são marisqueiras ou auxiliam no beneficiamento do que é pescado pelos companheiros. Com esse levantamento, teremos mais subsídios em relação a este e outros números. Com o reordenamento público privado mais efetivo, teremos uma melhor distribuição de renda”, afirma Guilherme Gondolo.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Coordenação de Aquicultura e Pesca, designará equipes que serão responsáveis pelos treinamentos que serão organizados nas comunidades pesqueiras, incluindo familiares de pescadores que estejam desempregados ou pescadores aposentados, para realizar o Censo Pesqueiro, atividade que vai gerar renda para as famílias.

Segundo o coordenador, informações socioeconômicas também serão levantadas, entre as quais, se o trabalhador é efetivo ou não e se  tem acréscimo de renda. “Sabemos que já existem subsídios para estas pessoas, mas temos que confirmar se estão funcionando, o quanto pode melhorar e de que forma. Vamos mostrar resultados para o secretário Francisco Limma e para o  governador Wellington Dias, já que nosso objetivo é que o projeto piloto seja a base para a construção de um programa estadual permanente voltado para a pesca”,  conclui Guilherme.

O acompanhamento do recenseador será feito em campo, diariamente, em locais de desembarque e sem prazo pré-fixado. A concepção da SDR é de que, após alguns meses de execução, sejam gerados modelos de produção.

O projeto será executado pelo Ceraqua e conta  com o apoio de parceiros como UFPI, Uespi, Instituto das Tartarugas do Delta (ITD) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A secretaria procura viabilizar novas parcerias, no que diz respeito a financiamento e à logística, como da Fapepi e prefeituras de cidades litorâneas.

O Ceraqua

O Centro de Referência em Recursos Pesqueiros e Aquicultura, localizado na Praia da Pedra do Sal, em Parnaíba, é um centro de pesquisa e extensão rural gerido por um acordo de cooperação entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural, Embrapa, Codevasf e Mapa. O projeto deve começar a operar no meio deste ano, após as conclusões das reformas estruturais que estão sendo realizadas pela Codevasf.


ccom

Piauí recebe 40 cubanos do Mais Médicos neste sábado (28)

A chegada de 40 profissionais cubanos para integrar o Programa Mais Médicos no Piauí está prevista para as 17h45 deste sábado (28), no avião da Força Aérea Brasileira (FAB), no aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina. Eles partem de Brasília e, chegando ao Piauí, serão conduzidos para atuarem em 30 municípios.
Este é mais um grupo a chegar ao estado para substituir 130 médicos que concluíram o ciclo de três anos no programa em 2016. Em dezembro, chegaram 51 e outros 39 chegarão no início de fevereiro.
"O Mais Médicos vem tendo grande aceitabilidade no Piauí, tanto por parte dos gestores quanto por parte da população, como já era previsto num estado onde existe muita dificuldade de fixar médicos nos municípios. E nessa mudança de gestores municipais, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) tem registrado uma procura enorme pela adesão ao programa”, diz a coordenadora do Mais Médicos no Piauí, Idivani Braga.
Ela explica que atualmente não existe a possibilidade de novas adesões ao Mais Médicos, porque a Sesapi está trabalhando com reposição de vagas. Mas, segundo Idivani, o secretário de Gestão do Ministério da Saúde, Rogério Abdala, acenou com a possibilidade de abrir um edital de expansão de vagas para o Piauí. “Mas ainda não temos a previsão de quando será lançado esse edital”, completa Braga..
Chegando ao município, os 40 médicos ingressam, imediatamente, na equipe e iniciam o trabalho. O Piauí conta com 334 médicos do programa, desses, 243 são cubanos que trabalham em 130 municípios, distribuídos nos 11 territórios de saúde.
Os médicos que chegam no sábado (28), irão atender nos municípios de Ribeiro Gonçalves, Amarante, Avelino Lopes, Caldeirão Grande do Piauí, Cocal, Corrente, Cristalândia, Gilbués, Guaribas, João Costa, Luis Correia, Matias Olímpio, Pimenteiras, Prata do Piauí, Regeneração, Santa Filomena, São Francisco de Assis, São João do Arraial, São Julião, São Raimundo Nonato, Vila Nova do Piauí, Jaicós, Miguel Alves, Parnaguá, Parnaíba, Picos, Pio IX, São João do Piauí, Sigefredo Pacheco e Buriti dos Lopes.
ccom

Rejane Dias anuncia convocação de 1.200 concursados na Educação


Rejane anuncia convocação de 1.200 concursados na Educação
Os 1.200 aprovados em concurso da rede estadual de ensino no Piauí terão uma boa notícia neste ano. De acordo com a secretária de Educação, Rejane Dias, o governador autorizou a convocação de todos até 2018. 
"O governo quer chamar 25% no primeiro semestre deste ano e mais 25% no segundo semestre de 2017. Em janeiro de 2018, chamaremos mais 25% e, da mesma forma, no segundo semestre chamaremos os 25% restantes", confirmou Rejane Dias.
As afirmações foram feitas no evento que marca o Dia D da Campanha de Matrículas do EJA (Educação de Jovens e Adultos), que acontece na Praça Rio Branco nesta sexta-feira (27). A secretária também reinterou que o governo já apresentou a proposta de reajuste do piso dos professores para 2017 e que a mensagem do governador pede um reajuste parcelado.
"Eu já me reuni com as categorias dos sindicatos, junto com o secretário de Administração, Franzé Silva, e nós apresentamos a proposta do governo que é de um reajuste total de 7,9%, para que ele seja feito de forma parcelada. Neste primeiro semestre, deverá ser feito um reajuste de 4%, no próximo semestre, deve ser repassado os 3,9% restantes. Estamos aguardando o posicionamento do Sinte, que deve fazer a assembleia na próxima semana e esperamos que eles aceitem esse proposta", disse a secretária. 
Dia D 
Rejane Dias falou ainda sobre algumas novidades que a EJA terá neste ano. O fardamento será gratuito e haverá o programa poupança jovem. "Nos 44 municípios piauienses onde a EJA existe, a novidade é que todos os que concluírem os estudos em 2017 receberão uma bolsa de R$ 1.500. Essa é mais uma estratégia para minimizar a evasão escolar e estimular os jovens e adultos a aprenderem a ler e escrever", acrescentou.
cidadeverde

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

O que mudou em Ilha grande do Piaui após 23 anos de emancipação politica?


O Município de Ilha Grande, antigo povoado de Morros da Mariana, atualmente faz parte de uma microrregião do Litoral Piauiense, da qual fazem parte também outros 12 Municípios, incluindo o maior deles, Parnaíba. Sua população é estimada segundo o IBGE em cerca de 9.242 habitantes, o Município sobrevive do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), e de uma economia primária que é baseada na, pesca e agricultura. 

No passado Ilha Grande, ou como era chamada, "Morros da Mariana" era apenas um povoado, ligado e submisso a  Cidade de Parnaíba, e quando falo em submissão, falo no sentido "literal", Morros da Mariana servia de "curral eleitoral" para os políticos parnaibanos e não era contemplado com muita coisa, no que concerne ao desenvolvimento. Na verdade o "pobre" e "humilde" povoado era vitima do "coronelismo político" e sempre nas vésperas da eleição em Parnaíba, os habitantes do antigo povoado, eram "presenteados" com as esmolas dos Coronéis de Parnaíba. Más não se deve subestimar um povo, e o povo que outrora eram "capacho" começava a sonhar com sua liberdade política. E é aquele grande ditado, "quando a senzala aprende a ler, a casa grande enlouquece" e não deu outra, começou uma campanha contra a emancipação política do povoado. 

Os subordinados aos Coronéis fizeram de tudo, iam até nas casas dos habitantes procurando convencê-los a votar contra o plebiscito que previa a emancipação política da Ilha, mais não teve jeito. Em 26-01-1994, foi promulgada a Lei Estadual n.4680, pelo então Governador do Piauí na época, Freitas Neto, e a tão sonhada liberdade política tinha se tornado realidade, o pequeno povoado de Morros da Marina, foi elevado a categoria de Cidade, e passou a ser chamado de Ilha Grande do Piauí.  Dois anos depois, jà no ano de 1996, ocorre o primeiro pleito eleitoral, sagrando Henrique Penaranda Sertão Machado como o primeiro Prefeito do novo Município. 

E após 23 anos de emancipação política o que mudou Ilha? É bem verdade que já teve progresso na Ilha Grande, mais nada surreal. Ilha Grande ainda continua inerte, "parada no tempo", não há investimentos de iniciativa pública nem privada, e a maioria da população sobrevive da pesca e agricultura, e uma pequena parte são servidores públicos. E atualmente a Ilha está sendo sucateada pelos inimigos do passado, sim, por aqueles que foram contrários a "emancipação política" do município, e queriam ser "os donos da Ilha", mais os donos da Ilha são o seu povo. 

Fato é que não mudou muita coisa por aqui, o Município não possui uma Agência Bancária, nem uma Agência dos Correios, não possui uma grande empresa. A população da ilha Grande, faz tudo na cidade vizinha, Parnaíba, é aquela velha história do filho que saiu de casa, mais recebe todos os dias o prato de comida pela janela. Más não vamos desistir da Ilha, vamos acreditar no seu progresso futuro, e eliminar essa força política que lhe domina e tem dificultado o seu desenvolvimento. 

Por : Bruno dos Santos/Jornal da Ilha Grande

Após auditoria, TCE-PI nega decreto de emergência em Parnaiba

Presidente do TCE-PI, Olavo Rebelo (Foto: Wilson Filho)
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) negou nesta quinta-feira (26) a solicitação de decreto de emergência de Parnaiba, solicitado pelo prefeito Mão Santa. Após auditoria o TCE constatou que o decreto de emergência não condiziam com a realidade na cidade e determinou a imediata suspensão. 
De acordo com o presidente do Tribunal, Olavo Rebelo, a auditoria não encontrou os argumentos alegados pelo novo gestor. 
O TCE-PI também negou a solicitação de emergência em outros 14 municipios do Piaui,
"Como não foram encontrados motivos para a solicitação dos decretos, o Tribunal decidiu por unanimidade cancelar todos os pedidos nas cidades auditadas", disse o presidente. 
"O TCE vai continuar com as fiscalizações. Inicialmente foram feitas as auditorias nos 15 municípios, mas todos serão examinados. Acatando a sugestão do MPC, os conselheiros entenderam que os critérios utilizados pelos gestores não se enquadravam naqueles que a lei determina. Não constataram o que havia no decreto como necessidade premente e urgente", informou. 
"Os gestores desses municípios podem fazer licitação para atender as necessidades financeiras. Não é intenção, do TCE, punir. Por isso, a gente age preventivamente analisando a situação das cidades e o gestor, acatando a nossa decisão, evita que seja punido posteriormente", finalizou. 
O procurador geral do Ministério Público de Contas, Plínio Valente, sugeriu que não sejam realizadas festas carnavalescas nesses 15 municípios.
"Até por uma questão de lógica humana, já que esses prefeitos decretaram emergência, é porque a situação da cidade não está bem financeiramente. Então, há que se pensar que não é possível fazer gastos com o carnaval havendo necessidade maiores em outras áreas", declarou. 
com informações : cidadeverde.com

Acordo garante instalação de fábrica de tratores e maquinários em Campo Maior

O Piauí receberá a primeira fábrica de tratores da Budny Tratores e Implementos instalada no Nordeste. O acordo foi encaminhado em reunião, realizada, nesta quarta-feira (25), do governador Wellington Dias com o presidente da empresa, Luiz Carlos Budny; o ex-prefeito de Campo Maior, Paulo Martins; o atual prefeito, professor Ribinha; e representantes da SDR, Seplan, Semar, Emater, Banco do Brasil e Banco do Nordeste.
A instalação da montadora no município de Campo Maior tem o objetivo de incrementar a economia do Piauí e dar um crescimento sustentável aos municípios. “Se a gente trabalha com irrigação, teremos segurança hídrica; se trabalharmos com tecnologia, sai da enxada e vai para o trator, e aqui falamos de um pequeno trator. Ao invés de termos um para o município, teríamos um por comunidade, por meio de uma cooperativa ou de uma associação”, destaca o governador.

O encontro marca uma pactuação de todos os setores envolvidos. De um lado, a empresa Budny, que já possui um centro de comercialização em Campo Maior, irá instalar uma montadora no Piauí para vender equipamentos para produtores de todo o estado. Por outro lado, o Estado se compromete a ter uma política de investimentos da ordem de R$ 30 milhões, apenas no primeiro ano, a serem aplicados na aquisição de equipamentos.
“Com essa reunião, nós conseguimos dar um passo nesse projeto, já que temos o terreno e o projeto arquitetônico. Agora precisamos que as políticas públicas estejam voltadas para essa ação, além de contar com a parceria de instituições como o Banco do Nordeste e Banco do Brasil”, explica Carlos Bundny, presidente da empresa. O investimento inicial realizado por parte da  Budny Tratores e Implementos será de R$ 10 milhões.

A chegada da montadora também é comemorada pelo prefeito de Campo Maior, professor Ribinha. “Esse empreendimento é valoroso para o Piauí e, em especial, para nossa cidade, que é um polo regional. Essa instalação vai favorecer o desenvolvimento, porque nós sabemos que trabalhar no campo, oferecendo as condições de melhorar a produtividade, traz ganhos para a economia local”, destaca o gestor municipal.
Segundo Wellington Dias, o Estado estuda a possibilidade de realizar uma parceria com os municípios, para garantir a presença do agente de desenvolvimento em cada município do Piauí, responsável por trabalhar o planejamento do desenvolvimento econômico local.
ccom



Piauí é o 3º do Nordeste e 4º do Brasil na geração de empregos

Pelo segundo mês seguido, o Piauí mantém a taxa de emprego e permanece como o 3º estado do Nordeste e o 4º do Brasil na geração de emprego, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os números divulgados nessa quarta-feira (25) são referentes ao mês de dezembro. De acordo com as informações, os desligamentos são bem inferiores aos demais estados. O Piauí apresentou ainda, desde o início do ano de 2016, um equilíbrio nos índices de geração de empregos do Nordeste.
A divulgação dos dados comprova a estabilidade que o estado apresenta, apesar dos problemas causados pela crise econômica que tem afetado diversos setores da economia nacional. Em relação à pesquisa por nível geográfico, no Nordeste, o Piauí se mantém atrás apenas de Alagoas e do Ceará, e do Amapá, em relação ao restante do país. Os setores de empregos formais que mais obtiveram êxito seguem sendo o de comércio e o serviços.
O secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaías, ressaltou a importância dos dados para o crescimento do estado e o fortalecimento da economia. “Mais um mês conseguimos remar na contramão da crise e permanecer estáveis em relação à oferta de emprego, dando segurança ao trabalhador e ao empresário. Temos procurado transformar as dificuldades em oportunidades. Por esse motivo, os números nos mostram que nossa luta para diminuição do desemprego vem dando certo, aumentando a cada mês a geração de emprego e renda”, conclui o gestor.
Incentivo
O Governo do Estado tem trabalhado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), para diminuir o impacto da crise e estimular a criação de novos postos de emprego, o que faz com que os números do Piauí permaneçam estáveis. A Setre realiza diversos programas para fomentar a economia e a empregabilidade no estado, atuando na qualificação profissional, ofertando cursos de qualificação, e nas áreas do empreendedorismo e da economia solidária, estimulando esse tipo de economia a buscar a formalização das atividades.
Um dos programas que a secretaria realiza é o Setre nos Municípios, que qualifica pessoas fora do convívio social e profissional nas áreas de construção civil, embelezamento e corte e costura em cursos ministrados em quatro caminhões itinerantes que circulam por todo o estado. Por meio desse programa, a secretaria também qualifica detentos nas penitenciárias, buscando dar uma nova chance a essas pessoas e recolocá-los no mercado de trabalho.
O Sistema Nacional de Emprego (Sine) faz parte das diretorias da Setre e trabalha em busca de aumentar a geração de empregos no estado e oferta os serviços de encaminhamento para o mercado de trabalho, agendamento de seguro-desemprego, emissão de carteiras de trabalho, dentre outros. A geração de emprego e renda é o principal objetivo da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo que elabora programas para aumentar os índices de qualificação e de empreendedorismo dentro do Piauí.
Caged
O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), instituído pela lei nº 4.923, em 23 de dezembro de 1965, constitui fonte de informação de âmbito nacional e de periodicidade mensal. Foi criado como instrumento de acompanhamento e de fiscalização do processo de admissão e de dispensa de trabalhadores regidos pela CLT, com o objetivo de assistir os desempregados e de apoiar medidas contra o desemprego.
ccom

Marisa Letícia passa por nova cirurgia e está em coma



A esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia, 66, segue em coma induzido por medicamentos nesta quarta-feira (25/1), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, segundo informações da Agência Estado. Na terça (24/1), ela fez uma cirurgia de emergência para estancar o sangramento no cérebro, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).
 
Nesta manhã, ela foi submetida a uma nova avaliação tomográfica de crânio para controle de sangramento cerebral. Após avaliação das equipes médicas, foi realizada a passagem de um cateter ventricular para monitoração da pressão intracraniana.
De acordo com o boletim médico, a ex-primeira dama permanece internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e não tem previsão de alta.
Na terça, Marisa foi atendida, inicialmente, em um pronto socorro de São Bernardo, próximo ao apartamento onde mora. Diante da gravidade da situação, foi encaminhada ao hospital.  
Apoio nas redes sociais 
Após o AVC sofrido pela esposa, Lula foi às redes sociais pedir força para Marisa e o apoio de internautas com a hashtag #ForçaDonaMarisa. "Dona Marisa Letícia foi hospitalizada nesta terça-feira. Estamos torcendo muito para que ela se recupere logo".
 
A postagem ganhou repercussão na internet e, ao fim do dia, o ex-presidente agradeceu o carinho e o pensamento positivo recebido. "Agora, é aguardar a recuperação com muita fé", escreveu.
Fonte: Correio Braziliense

Resultado da seleção das bolsas do Prouni vai ser divulgado em 6 de fevereiro

Resultado de imagem para prouniAs inscrições para a primeira edição de 2017 do Programa Universidade para Todos (Prouni) serão abertas na próxima terça-feira (31) e seguem até as 23h59 do dia 3 de fevereiro. O resultado da primeira chamada será divulgada no dia 6 de fevereiro. O edital foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (26).
O Ministério da Educação ainda não divulgou quantas bolsas serão oferecidas nesta edição. O programa distribui bolsas de estudo totais e parciais na rede particular de ensino superior de acordo com o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e situação socioeconômica da família do candidato.
O início da inscrição foi adiado em um dia "por questões técnicas" segundo o Ministério da Educação.
Somente poderá participar da disputa o candidato que tenha feito o Enem 2016, que tenha cursado o ensino médio completo na rede pública ou na privada, como bolsista. Só terão direito à bolsa integral, os candidatos com renda familiar bruta mensal de até um 1,5 salário mínimo; e à bolsa parcial, aqueles com renda familiar bruta mensal de até 3 salários mínimos.
Confira as datas:
Programa Universidade para Todos (Prouni)
    Inscrições: 31 de janeiro a 3 de fevereiro
    Primeira chamada: 6 de fevereiro, com comprovação das informações entre 6 a 13 de fevereiro
    Segunda chamada: 20 de fevereiro, com comprovação das informações entre 20 e 24 de fevereiro
    Lista de espera: candidatos manifestam interesse entre 7 e 8 de março; universidades podem consultar a partir do dia 10 de março
Os alunos que não foram contemplados pelo Prouni, podem recorrer ao Financiamento Estudantil Fies. Veja o calendário:
Financiamento Estudantil (Fies)
    Inscrições: 7 a 10 de fevereiro
    Para que serve: Sistema on-line que reúne vagas de financiamento estudantil em cursos de graduação em universidades particulares.
    Como funciona: Os estudantes que já estão matriculados em cursos de instituições participantes podem pleitear um contrato de financiamento estudantil custeado pelo governo federal.
    Número de vagas: Ainda não foi divulgado pelo MEC. O ministro da Educação, Mendonça Filho, porém, garantiu que o número de novos contratos do Fies no ano de 2017 deverá ser pelo menos o mesmo que em 2016.
Dúvidas
O MEC orienta se o candidato tiver dificuldades para se inscrever deve ligar para o 0800-616161.