terça-feira, 21 de novembro de 2017

Morre o médico cardiologista Carlos Araken

Resultado de imagem para carlos araken medico
Faleceu nesta terça-feira(21),  o médico Cardiologista Carlos Araken Correia Rodrigues, de 88 anos.
O velório acontecerá na Pax União, a partir das 14h desta terça. 
O sepultamento será na quarta-feira no cemitério Igualdade.

DESESPERO: Em busca de atendimento para o filho, mãe denuncia falta de médico em Posto de Saúde em Parnaiba

Resultado de imagem para posto de saude iracema feitosa

Desesperada, uma mãe vem fazendo uma verdadeira peregrinação em busca de atendimento na Unidade Básica de Saúde Iracema Feitosa, localizado na Praça do Chico Berto, e na Prefeitura de Parnaiba.
De acordo com a senhora Maria, seu filho adolescente está precisando de atendimento médico e há vários dias tem buscado incessantemente marcar uma consulta  e não tem conseguido pela falta de médico no Posto. Após isto, a mãe decidiu fazer um apelo à imprensa na esperança que o prefeito Mão Santa tome as devidas providências e solucione o caos que está instalado nos Postos de Saúde da cidade. 


Themístocles Filho chama Firmino Filho de ditador e traidor




Themístocles FilhoO presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Filho abriu o verbo e fez um verdadeiro desabafo acerca da atitude do prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), que exonerou lideranças do PMDB que ocupavam cargos na administração municipal. O motivo? Um revide aos peemedebistas ao apoio do vereador Zé Nito na eleição que escolheu a nova Mesa Diretora da Câmara, antecipada em um ano.

Themístocles chegou a chamar Firmino de ditador, pequeno e traidor. Ele garantiu que se arrependeu de ter apoiado o tucano ao invés do deputado estadual Dr. Pessoa (PSD), que foi candidato ao Executivo teresinense no pleito de 2016.

“O que ele tem de pequeno, ele tem de ditador. Ditador, pequeno e traidor. Ele pensa que tem sangue azul. Dr. Pessoa que arrependimento que eu tenho de não ter votado em você para prefeito. O Dr. Pessoa não ganhou por uma diferença de apenas 5 mil votos. Prefeito você foi eleito com os votos do Zé Nito, cada eleitor que votou no Zé Nito se não vota em você, você não era prefeito da Capital. O James, bastava os amigos do James também não votarem em Firmino que ele não era prefeito da Capital”, disparou Themístocles duirante entrevista à TV Meio Norte nesta terça-feira (21).
Firmino não tem palavra
O presidente da Assembleia não parou por aí e afirmou que Firmino Filho não cumpre com os acordos firmados, inclusive, assegurou que é zero a possibilidade de o tucano ser candidato ao Governo nas eleições de 2018. “Acordo político é zero porque ele não cumpre nenhum. Ele cumpre acordo para mandar nas pessoas. Zero! Ele tinha todas as possiblidades no tempo de Mão Santa [de ser candidato ao Palácio de Karnak]”, disse o peemedebista.
Themístocles também afirmou que Firmino Filho foi o culpado pela derrota de Hugo Napoleão no confronto com Wellington Dias (PT) no pleito de 2002. “Quem derrotou o Hugo Napoleão foi o Firmino. O povo de Teresina se revoltou, vaiava ele nos comícios. O Wellington se elegeu governador. No passado com Mão Santa, ele traiu o Mão Santa e o povo do Piauí pintou a cara, saiu de Mão Santa carregando cartaz, aquela coisa toda. Wellington sai candidato e vence as eleições no primeiro turno. Histórico de traição e de tratar mal as pessoas, de não respeitar as pessoas”, desabafou.
Barrado no Palácio da Cidade
Themístocles Filho ainda revelou que foi proibido por Firmino de frequentar a Prefeitura depois de um aviso enviado pelo prefeito através do deputado estadual peemedebista, João Mádison Nogueira. “Sabe o que ele fez? Eu fui visitar um secretário dele e o cidadão liga para o João Mádison dizendo pra eu não ir para a Prefeitura. Ele não me quer lá. Ele estava planejando isso aí, no meu entender. Só que não contava com essa derrota para o Jeová”, colocou o comandante do legislativo estadual.
Proposta indecorosa
Sem papas na língua e disposto a pôr tudo em pratos limpos, Themístocles descortinou, segundo ele, uma proposta no mínimo indecorosa feita por Firmino Filho que seria a troca de votos.
“Olha o que ele foi fazer na minha casa, primeiro na Assembleia Legislativa, o PSDB foi no dia da eleição da Assembleia, trabalhar dois votos do PSDB, que não votaram em mim, para me derrotar. O que aconteceu depois? Eu não passei recibo. Fui lá conversar com eles, no Palácio da Cidade, depois conversar com Wellington Dias e tudo. Nessa eleição agora, que não está nem com um ano que passou com o PMDB coliga com A, coliga com Dr. Pessoa, o homem [Firmino Filho] foi na minha casa várias vezes, ele foi na minha casa e eu também com deputados estaduais eu estive na Casa do prefeito. Aí ele ‘disse deputado eu vou votar em você para presidente da Assembleia agora, mas deixe esse negócio de vice de lado’. Eu disse não! Para o PMDB não indicar o vice-prefeito dele que o PSDB na Assembleia votava em mim. Essa é uma proposta no mínimo indecorosa. (...) Se você quiser votar, os deputados está tudo certo. Agora trocar os votos na Assembleia para o PMDB não indicar o vice, de jeito nenhum. No dia seguinte, o senador Ciro Nogueira vai em minha casa: ‘Deputado pode indicar o vice do Firmino’? Eu disse, Ciro não é problema.”

Luiz Júnior, Zé Nito e PF
Themístocles Filho também negou a interferência do vice-prefeito de Teresina Luiz Júnior, na eleição que antecipou a escolha da nova Mesa Diretora da Câmara, Pleito que assegurou mais dois anos ao vereador Jeová Alencar como presidente do legislativo municipal.
“Qual vereador que é ligado ao Júnior? Ele [Firmino Filho] trata mal, pode até a partir de hoje ele dar um bombom para Júnior. Olha só que audácia, o prefeito liga [para Themístocles] e diz para o Zé Nito não votar não, sair da Câmara, não dar quórum”, disse o presidente da Alepi que desafiou autorizar a quebra de seu sigilo telefônico para comprovar o pedido do prefeito feito a ele. “Manda a Polícia Federal abrir meu telefone. Eu dou para a Polícia Federal abrir meu telefone e ver a ligação dele.”

Veja abaixo a entrevista na íntegra




GP1

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Parnahyba define base salarial e acerta com zagueiro Miltão

flamengo piO Parnahyba anunciou a primeira novidade do elenco para a próxima temporada. O clube anunciou o acerto definitivo com o zagueiro Miltão, que defendeu o Flamengo-PI no Campeonato Piauiense deste ano. O jogador confirmou o desfecho da negociação conduzida pelo presidente Batista Filho nos últimos dias. Com o jogador, o Tubarão reforça o setor que já conta com Renan e Gilmar Bahia.
- A negociação foi tranquila e estamos resolvendo agora só a definição do tempo de duração do contrato. Encaro como uma missão que não foi concluída no Flamengo-PI. Quero ser campeão no Piauí e nada melhor do que ser pelo Parnahyba, que é um clube respeitado. Então vou com garra e determinação para dar meu máximo e fazer esse time ser campeão novamente – declarou o defensor.
Aos 27 anos, Ademilton de Sousa Nascimento, o Miltão, chegou no Flamengo-PI por indicação do técnico Celso Teixeira e carregou a braçadeira de capitão do time na maior parte do estadual. O jogador atuou como titular em oito oportunidades e vestiu a camisa rubro-negra em 720 minutos na edição do estadual deste ano.
- Já vínhamos observando ele. Foi um bom zagueiro no Flamengo-PI e faz boas atuações desde a passagem dele pelo futebol goiano – justificou Batista Filho presidente do clube.
 Miltão se junta aos já anunciados Renan e Gilmar Bahia, também zagueiros, Fabinho (atacante) e Idelvando (meia). De acordo com o planejamento inicial do Parnahyba, a pré-temporada azulina começa dia 18 de dezembro, quando deve acontecer a apresentação oficial do elenco. Anunciado como novo técnico, Sérgio China deve desembarcar dia 12 no litoral do Piauí.
ELENCO DO PARNAHYBA PARA 2018
ZAGUEIROS: Gilmar Bahia, Renan e Miltão
MEIA: Idelvando
ATACANTE: Fabinho
Fonte: Globoesporte.com/PI

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Terceirizados da Prefeitura de Parnaiba reclamam do atraso de três meses de salário


Funcionários terceirizados de escolas, praças, postos de saúde e outros setores da Prefeitura de Parnaíba  reclamam de três meses de atraso no pagamento dos salários. 

Segundo os trabalhadores, a empresa alega o atraso do repasse da prefeitura há mais de quatro meses, no entanto, a secretária Gracinha Moraes Souza alega que é a empresa  que não está repassando os salários dos trabalhadores.

Os servidores terceirizados têm externado nas redes sociais  as dificuldades enfrentadas por causa do atraso salarial e cobram uma posição do prefeito Mão Santa para resolver a situação.


“Ninguém tem tomado as providências para resolver o nosso problema. A empresa joga a culpa na Prefeitura e a secretária Gracinha coloca a culpa na empresa, e nisso o tempo vai passando e ninguém resolve nada. Não estamos mais aguentando esse atraso de  três meses. Caso o pagamento não aconteça,  nós iremos nos manifestar em frente à prefeitura, até que os débitos atrasados sejam quitados ”, disse um trabalhador terceirizado. 

Saúde investe em assistência psicossocial e humanização em Parnaíba

O atendimento humanizado é um trabalho de valorização de todos atuantes do Sistema Único de Saúde (SUS), seja ele usuários, trabalhadores ou gestores. Com o intuito de aperfeiçoar esse atendimento, o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, é o primeiro do Piauí a aderir ao Projeto Acolhe SUS junto ao Ministério da Saúde.
O intuito é que todas as Unidades de Saúde estaduais adotem esse projeto, sendo o HEDA o hospital piloto no Piauí, como explica o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, que participou nesta quinta (16) da oficina ‘Acolhe SUS, releitura da humanização com foco no acolhimento com classificação de risco’, marcando o início Projeto no Piauí. Na ocasião foi assinado o termo de cooperação entre Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde e HEDA.
O projeto Acolhe SUS está dentro da política nacional de humanização. “São feitas oficinas e discussões com os profissionais de saúde para a incorporação de técnicas e procedimentos que tornem o atendimento mais humanizado, desde a primeira avaliação do paciente até o acompanhamento mesmo tendo alta. O projeto piloto no Estado está envolvendo as secretarias municipais de saúde de toda a Planície Litorânea”, disse Adrizia Fontenele, diretora do HEDA.
Mais investimentos para a Assistência Psicossocial
Também em Parnaíba foram discutidas diversas ações para assistência à saúde mental. Serão implantados leitos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) para o Hospital Dirceu Arcoverde (HEDA). Além disso, em parceria com a Universidade Federal do Piauí (UFPI), campus Parnaíba, será implantado o programa de residência médica para dar suporte a essa estrutura, que será referência para toda região norte do Piauí e para outros Estados que o HEDA também atende.
A gerente de Saúde Mental do Estado, Gisele Martins, comenta que o Plano Estadual de prevenção e Posvenção ao Suicídio será organizado e implantado primeiramente na região de Parnaíba, sendo o plano piloto do Estado, envolvendo profissionais da atenção básica, hospitais, urgência e emergência, corpo de bombeiros, polícia militar, movimentos sociais, ONGS e Universidades. As ações começam a ser implantadas início do próximo ano.
O HEDA é referência para toda região da Planície Litorânea e Cocais, são mais de 40 municípios atendidos diretamente pelo hospital, além de outros estados que recorrem ao Hospital Estadual . “É um hospital estratégico, com profissionais especialistas que buscam atender melhor a população, a Secretaria de Estado da Saúde investe cada vez mais em melhorias para tornar o Hospital de Referência mais resolutivo”, completa Florentino Neto.
Autoria: Denise Nascimento  |Ascom

Começa a segunda etapa de pagamento do PIS-Pasep a idosos nesta sexta-feira

Os aposentados com valores nas contas do PIS-Pasep na Caixa e no Banco do Brasil (BB) podem sacar a partir desta sexta-feria (17/11). É a segunda etapa do calendário de pagamento, divulgado em setembro por esses bancos. Na última terça-feira (14/11), 417 mil aposentados, correntistas do BB e da Caixa, foram beneficiados com o crédito em conta, representando pagamentos no valor de R$ 446 milhões.
Os pagamentos começaram em outubro. Na primeira fase, homens e mulheres com mais de 70 anos foram beneficiados. Para aqueles que ainda não sacaram, não há data limite para retirar o dinheiro, os recursos continuarão no fundo à disposição dos correntistas. Até quarta-feira (15/11), R$ 764 milhões já haviam sido pagos, beneficiando 693 mil pessoas.
Mais de R$ 9 bilhões, pertencentes a cotistas com mais de 70 anos – ou seus herdeiros, em caso de falecimento – continuam à disposição. Os bancos lembram que se a pessoa não puder comparecer à agência, por motivo de saúde por exemplo, o saque poderá ser feito por procuração.
Os cotistas do Pis-Pasep que têm contas na Caixa e no Banco do Brasil, mas que não receberam o crédito automático, devem procurar as agências para atualizar os cadastros. A falta do CPF, por exemplo, impede o depósito automático. Regularizando os dados cadastrais, o saque pode ser feito.Tem direito às cotas o trabalhador cadastrado no Fundo entre 1971 e 04/10/88, que ainda não tenha sacado o saldo total da conta individual de participação.
A MP 797/2017 alterou a idade para saques. Passaram a ter direito não apenas os trabalhadores com idade superior a 70 anos, mas também os aposentados e as mulheres com 62 anos ou mais e homens a partir de 65 anos.Maiores informações podem ser obtidas nos sites da Caixa e do Banco do Brasil ou pelos telefones 0800 726 0207 (Caixa/Pis), 0800 729 0001 e 4004-0001 (BB/Pasep)
Agência Brasil

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Wellington Dias destaca avanços e diz que 2018 será desafiador


Wellington DiasEm um balanço das suas ações, o governador Wellington Dias (PT) afirmou ao GP1 que desde o começo do mandato tem trabalhado para conseguir mais investimentos para o Estado e para pagar as dívidas acumuladas de outras gestões. Questionado sobre a preocupação em relação a possível atraso no pagamento dos servidores, ele destacou que a sua gestão tem feito o necessário para realizar os pagamentos e fez uma análise do seu governo.

“É interessante essa preocupação, porque quando assumi o mandato em 2015, a gente tinha pagamentos a serem feitos no ano de 2014, o 13º, parte da folha de novembro. Nós tínhamos uma dívida muito grande ali no meu primeiro dia de trabalho, era de um 1 bilhão e 900 milhões de reais e tínhamos que pagar. Nem terminamos de pagar toda, já pagamos 1 bilhão e 300 milhões, mas ainda são em torno de 600 milhões de reais pendentes. Isso significa dar conta das despesas desse ano, mais parte da despesa do passado”, explicou.
Segundo o governador, foram tomadas as medidas para garantir o pagamento dos servidores públicos e investimentos. “Adotei medidas que ninguém nem sempre gosta. Agora mesmo tive que apresentar proposta de realinhamento de tributos para poder ter a segurança para um ano que para mim também será desafiador, que é o de 2018. Todo o esforço que fizemos foi para três objetivos, de um lado manter o pagamento dos salários em dia, manter os serviços em funcionamento e manter a capacidade de investimentos. Agora acabo de enviar para a Assembleia Legislativa, onde estou pedindo a alteração de uma lei que o parlamento já aprovou de um empréstimo de R$ 315 milhões, onde está colocado que seria com exclusividade com a Caixa Econômica Federal, e estou pedindo que o estado possa negociar com qualquer agente financeiro”, disse o governador.

Wellington Dias ainda explicou que o governo tem conseguido manter os investimentos. “Inauguramos uma penitenciária em Campo Maior, um investimento de R$ 5 milhões feito com o dinheiro do estado, para poder reduzir esse problema da superlotação. Inaugurando uma Companhia da Polícia Militar na região da Irmã Dulce, estivemos há poucos dias inaugurando lá em Corrente várias obras e, assim, em cada município a gente tem coisas para fazer. Olhar como era o Piauí em 2014 e como chegamos em 2015, 2016 e agora 2017. É importante ter avanços na qualidade de vida e desenvolvimento”, destacou .

GP1

População do PI poderá denunciar roubo de celular através de aplicativo

O secretário de Segurança Fabio Abreu informou em entrevista à TV Cidade Verde que estão trabalhando na criação de um aplicativo para roubo e furto, principalmente de celulares, que é a principal moeda de troca entre os criminosos. O secretário informou ao Cidadeverde.com que o aplicativo está em fase de finalização e que será lançado em dezembro.
Segundo o secretário, as vítimas utilizarão o aplicativo para registrar o IMEI (identificação do celular) e consultar se seu aparelho foi recuperado pela polícia. As pessoas também poderão pesquisar se o celular que está querendo comprar tem registro de furto ou roubo. 
Fábio Abreu informou também que será um dispositivo "prático e simples de ser utilizado".
Ele explicou como irá funcionar e que o setor de estatística da própria secretaria de Segurança está trabalhando na confecção do aplicativo. "Está sendo criado um banco de dados onde automaticamente já ficam registrados os celulares roubados através do IMEI. Quando é feito o Boletim de Ocorrências do roubo do celular, automaticamente já fica cadastrado no banco de dados, para que possa ser buscado pelo usuário no aplicativo", esclareceu.
Além disso, o secretário disse que está sendo montada uma estrutura mínima dentro do setor de estatística para cuidar da criação e adiminstração do dispositivo tecnológico.
Há cerca de um ano, o secretário informou que Teresina teria uma equipe da Polícia Civil exclusiva para investigar roubos de celulares, que estaria instalada dentro da Delegacia de Repressão a Crimes Tecnológicos (Dercat).
cidadeverde


terça-feira, 14 de novembro de 2017

Secretaria Estadual de Saúde elabora Plano de Ação para Enfrentamento à Obesidade

A obesidade é um fator de risco que pode ocasionar várias doenças, sendo um dos maiores problemas de saúde na atualidade com evidência crescente para o futuro. Para diminuir os índices alarmantes no Piauí, a Secretaria de Estado da Saúde realizou hoje, 13, a oficina de elaboração do Plano de Ação para Enfrentamento à Obesidade. As discussões acontecem até amanhã, 14, no auditório do Tribunal de Contas do Estado.
O secretario de Estado da Saúde, Florentino Neto, destacou que essa é ação para chamar atenção da sociedade para o tema e frisou a importância das parcerias para efetivação do Plano. “Precisamos nos educar no que diz respeito à alimentação e o enfrentar o sedentarismo. Se unirmos nossas forças já estaremos dando um grande passo, por isso quem esta aqui será um multiplicador deste plano e assim vamos combater esse mal que esta atingindo nossa sociedade”, disse o secretário.
Segundo dados do Bolerim de Informação em Saúde (BIS), aproximadamente 17,5% da população adulta piauiense é obesa atualmente, o que representa um aumento de 286% de pessoas com excesso de peso em todo o Estado, desde 2008. O objetivo do evento é discutir alternativas de enfrentamento à obesidade.  Segundo Cristiane Moura Fé, superintendente de Atenção à Saúde, o tema preocupa as autoridades de saúde por ser um dos problemas de agravo à saúde pública. “A obesidade tem outras intercorrências, como por exemplos, os cânceres, que já foram relacionados 13 tipos” salienta Cristiane.
O evento reuniu além de técnicos da Secretaria de Estado Saúde, representantes das regionais de saúde e vários segmentos da gestão estadual, como Secretaria de Estado da Educação-  Seduc e Secretaria de Assistência Social – Sasc, Conselho Estadual, Universidades, Conselho dos secretários municipais de saúde - Cosems e Ministério Público Estadual.
O presidente da Associação dos prefeitos municipais - APPM, Gil Carlos, falou que é uma oportunidade impar para discutir o tema. “A atenção básica tem um papel importante nesse combate à obesidade.  Essa unidade, na discursão desse tema, vai fortalecer a saúde e teremos resultados  positivos lá na frente.  ”destaca.
A obesidade está relacionada à condições sociais, econômicas, endócrinas, metabólicas e psiquiátricas, onde os fatores ambientais estão ligados aos hábitos de vida ,tais como: ingestão de dietas com elevado teor calórico e sedentarismo. E, como consequência desses hábitos, estudos mostram que há uma associação entre a obesidade e a mortalidade devido ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, cerebrovasculares, diabetes, etc.
Ao final da oficina será composto um grupo técnico de trabalho intersetorial que dará seguimento às ações que virão acontecer não somente na área da saúde, mas também diversas outras.
ascom

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

DEPOIMENTO SOBRE FONTES IBIAPINA


  Por Alcenor Candeira Filho

 Na sequência de depoimentos sobre personalidades piauienses que em 2017 venho publicando em portais/blogues do Piauí (Costa Norte, Bikanca e Poeta Elmar Carvalho), o que vai me tomar menos tempo é este sobre João Nonon de Moura Fontes Ibiapina, em razão dos textos que já escrevi sobre ele e sua obra literária na década de 1980, inclusive o depoimento prestado logo após seu falecimento em 1986 em Parnaíba, todos inseridos no livro ASPECTOS DA LITERATURA PIAUIENSE, publicado em 1994.
     Cumpre-me nesta oportunidade, portanto, aproveitar partes daqueles textos, adaptando-os ao espírito da série DEPOIMENTOS,  relacionados  com pessoas que conheci pessoalmente.
     Fontes Ibiapina foi exemplo de ficcionista, de folclorista e de magistrado.
     Através dos romances PALHA DE ARROZ e de SAMBAÍBA passei a admirá-lo como escritor. Isso lá pelos anos 60. Só viria a conhecê-lo pessoalmente na década de 70, quando fixou residência em Parnaíba para exercer a titularidade da Vara de Família. Desde então, tornei-me seu amigo e de sua
esposa Clarice e filhos Ariosto e Aristóteles.
     Privar como advogado do convívio de  Fontes Ibiapina na lides forenses, como poeta nas reuniões da Academia Parnaibana de Letras e como amigo nas conversas em sua residência representaram para mim uma honra e um privilégio. Sua simplicidade e seu talento me fascinavam.
     Nascido em Picos, Fontes Ibiapina escreveu vários livros  em Parnaíba, onde  mantinha  no jornal FOLHA DO LITORAL uma coluna literária.
     Foi membro  da Academia Piauiense de Letras e um dos fundadores em 1983 da Academia Parnaibana de Letras, da qual foi o primeiro presidente, cargo ocupado até o falecimento em 1986.
     Várias vezes premiado em concursos literários, arrebatou o 1º lugar no VII Concurso Nacional do Clube do Livro, com o romance VIDA GEMIDA EM SAMBAMBAIA.
     Fontes Ibiapina era possuidor de  memória privilegiada, “que o destino me pôs no quengo quando tomei o primeiro fôlego”, como me disse em entrevista. Boa parte de sua produção literária tem caráter memorialístico, que o levou a realizar um dos traços mais marcantes de sua obra: o da estilização da linguagem oral piauiense. Muito do que ouviu na infância e adolescência foi reproduzido em livro.
     A obra de ficção de Fontes Ibiapina ( romances e contos) abrange  o processo de formação  sócio-política do povo piauiense em seus íntimos e substanciais elementos determinativos. A sorte de seus personagens e seu comportamento diante das situações  em que se acham fixados espelham traços da realidade do Piauí.
     Fiel à convicção de que a literatura deve encerrar um sentido avaliativo da vida com o objetivo de contribuir para o aperfeiçoamento da consciência humana,  Fontes Ibiapina revela-se  um dos mais importantes escritores piauienses de
 todos os tempos. Se sua obra não teve ainda ampla repercussão nacional, a culpa não é dele mas da presunção de intelectuais dos grandes centros que acreditam, como diria Sílvio Romero, “que o Brasil é a rua do Ouvidor”. O próprio escritor sabe quanto é difícil fazer literatura no Piauí, a ponto de nas páginas que antecedem o romance SAMBAÍBA declarar: “Vivo aqui, nestes cafundós, renitente que nem pinto em pé de cerca, tentando fazer literatura sem quase ambiente”.
     A temática da obra ibiapiniana é muito voltada para o homem piauiense, mas o que considero mais marcante nela é o estilo, entendido não apenas como escolha de palavras e construções mas  sobretudo como autêntica filosofia do romance ou do conto. É pelo estilo, concebido na conformidade dessa concepção, que se destacam escritores como José de Alencar, José Lins do Rego, Mário de Andrade, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa.
     A peculiaridade da linguagem de Fontes Ibiapina tem sido focalizada por grandes escritores, mas sempre através de juízos sintéticos. Por isso as opiniões não têm maior consistência, formuladas que são como que de passagem apenas:

                                                         “... TOMBADOR é interessante, sobretudo  pela
                                         fidelidade de tipos, dos costumes, da linguagem.
                                                                            (José Américo de Almeida)

                                                        “Deliciosa a sua maneira de contar! Diz as coisas
                                          diretamente, numa linguagem viva e simples.”
                                                                              (Caio Porfírio Carneiro)

                                                        “Indiscutivelmente Deus lhe deu talento    de
                                          romancista e um linguajar tão peculiar que nada tem a invejar
                                          ao Guimarães Rosa.”
                                                                               (Jonas Mohama)
                                                             
     Muito já se falou, embora epidermicamente, da orientação regionalista da obra de Fontes Ibiapina, que em verdade não alcançou ainda  razoável nível de compreensão e de interpretação, porque  o regionalismo que a caracteriza ainda não foi estudado devidamente.  Se morasse no Rio de Janeiro ou em São Paulo a obra ibiapiniana, moldada em linguajar regionalista, já teria sido esmiuçada pelos editores e pelos críticos  literários  que comandam o sistema de reconhecimento e de promoção dos escritores brasileiros.
     Para suprir essa lacuna  e partindo da distinção proposta por Ferdinand de Saussure no CURSO DE LINGUÍSTICA GERAL, segundo a qual  “langue” (língua), isto é, o sistema, o código, a estrutura linguística imposta como norma a todos os membros da comunidade, não se confunde com “parole” (fala), que representa a mensagem, o discurso, o estilo, a atividade comunicativa diversificada e individual, - é que escrevi o estudo denominado “Aspectos da Linguagem de ‘Sambaíba’”, publicado no livro ASPECTOS DA LITERATURA PIAUIENS. Nesse ensaio analiso a presença da variante expressiva, das frases feitas e provérbios, das aliterações, da sequência de períodos curtos e simples e parataxe, dos toponímicos, da intensidade verbal, das negativas duplas, do vocabulário, etc.   
     Fontes Ibiapina era um apaixonado leitor de poesia, que sabia de cor e salteado milhares de versos da literatura de cordel. Admirador de Castro Alves e Augusto dos Anjos, vi-o diversas vezes declamar na íntegra “O Navio Negreiro”, “O Livro e a América” “Vozes d’África”, dentre outros poemas do poeta baiano. De Augusto dos Anjos apreciava principalmente “Monólogo de uma Sombra”, “Psicologia de um Vencido” e “As Cismas do Destino”.             Embora leitor contumaz de poesia, ele não admitia ser chamado de poeta, tendo declarado o seguinte em entrevista a mim concedida e publicada na revista PRESENÇA (Ano IV, Nº 10, Janeiro a Março de 1984):

                                                      “A quem me xinga de poeta, tenho até vontade de dizer
                                nome feio, ou melhor, uma expressão licenciosa daquelas bem
                                pesadas. Quem me apelida de poeta, das duas uma: ou é analfabeto
                               de pai e mãe, parteira e vizinhança, ou nunca leu sequer uma página
                               de meus quatorze livros editados, três dos quais já em 2ª edição.”

           Ainda que o grande prosador não gostasse de  ser chamado de poeta, escreveu alguns poemas, sempre mantidos na gaveta, ora escapando um aqui outro ali, como este soneto dedicado à sua filha ao completar um ano de idade e ao seu irmão gêmeo natimorto,  transcrito na ANTOLOGIA DE SONETOS PIAUIENSES, de Félix Aires:

                           ALEGRIA E TRISTEZA
                    Ao despontar a bruma do oriente
                    sobre o teu sacrossanto calendário,
                    meu coração transborda-se contente
                    ao contar-te o primeiro aniversário.

                    Arcanjo loiro, divinal semente,
                       seja por Deus guiado o teu fadário,
                       por eficaz santelmo, na corrente
                       da crença, da esperança e do rosário.

                       Os meus risos se fundem com os prantos
                       que se desprendem igualmente aos cantos
                       nesse galho, onde tudo floresceu.

                       Sorrindo canto a tua santidade
                       e, ao mesmo tempo, choro com saudades
                       do irmãozinho que nem sequer nasceu!

          
     A contribuição de Fontes de Ibiapina no folclore foi notável e teve pleno reconhecimento na voz da maior autoridade nacional no assunto:  Luís da Câmara Cascudo.

     Seu prematuro desaparecimento foi um rude golpe para a cultura brasileira, que muito mais podia esperar ainda de seu extraordinário talento.             

BURITI DOS LOPES:Prefeitura continua com o trabalho de limpeza nos bairros da cidade

A Prefeitura Municipal de Buriti dos Lopes, através da Secretaria de Infraestrutura vem trabalhando firme na limpeza e manutenção das ruas do município.
O trabalho vem sendo realizado em várias ruas dos bairros da cidade, entre elas, a Rua Tiradentes que está sendo revitalizada, recebendo o serviço de reparo e manutenção no local.

Esta mesma rua, passou vários anos abandonada, onde os moradores já não acreditavam mais na recuperação da mesma. Hoje no governo do Prefeito Júnior Percy, os moradores estão podendo ver a recuperação e assim aumentando a autoestima daqueles que trafegam todos os dias pelo local, pois é um benefício para os moradores, na melhoria da qualidade de vida.

A imagem pode conter: céu, nuvem, casa, árvore, planta, atividades ao ar livre e natureza
O Prefeito Júnior Percy, ao assumir o mandado nos primeiros dias de gestão encontrou a cidade em total estado de abandono e logo, juntamente com o secretário de infraestrutura, Neto Alves, deram início a uma operação com a participação de mais de 40 homens fazendo limpeza ruas, praças, locais públicos, roçando e capinando as vias públicas.
Devido à demanda de serviço ser enorme em toda a cidade, a equipe da secretaria de infraestrutura está se desdobrando para atender toda a população e tem dado prioridade para as situações emergenciais.

ASCOM PMBL

Governo inaugura penitenciária regional em Campo Maior nesta segunda (13)

Ascom Sejus
O governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira, inauguram, às 15h30 desta segunda-feira (13), a Penitenciária Regional José de Arimateia Barbosa Leite, em Campo Maior.
Penitenciária Regional de Campo Maior
A nova unidade terá 160 vagas e é o segundo presídio aberto pelo Governo do Estado em dois anos. O último foi a Casa de Detenção de Altos, em 2015.
Penitenciária Regional de Campo Maior
O nome da Penitenciária de Campo Maior é uma homenagem ao agente penitenciário José de Arimateia Barbosa Leite que faleceu em agosto deste ano.
O novo presídio na Av. Nilo Oliveira, s/n, Localidade Fazendinha, próximo ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI) de Campo Maior.
Autoria: Ascom Sejus

PARNAÍBA: Moradores denunciam falta de iluminação pública no Conjunto Caminho da Alvorada

Moradores do Conjunto Caminha da Alvorada, em Parnaiba, estão denunciando a escuridão nas ruas do bairro. No local existem postes, mas com lâmpadas queimadas.
Os moradores  relatam que já foi solicitado as providências junto à Prefeitura, mas até o momento não tiveram o problema sanado.
"Moro aqui há seis meses, sempre no escuro. Pago iluminação pública e não vejo o retorno. O prefeito está preocupado em iluminar e enfeitar as praças, mas está esquecendo os bairros, que a maioria está no escuro", afirmou um morador.


Piauí tem o menor número de faltosos do país no segundo dia do Enem

O Piauí registrou o menor número de faltosos no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), assim como ocorreu no domingo anterior, quando ocorreu a primeira etapa. A abstenção ontem (12) foi de 26,2%. No Estado, cerca de 110 mil candidatos estavam aptos para o segundo dia de provas. 
Do total de 6.731.344 inscritos para o Enem 2017, 68% compareceram. A abstenção foi de 32% neste segundo domingo e de 29,8%, no primeiro. A queda na taxa de abstenção do primeiro dia está relacionada à apuração final das folhas de presença, só possível ao longo da semana. A taxa de abstenção do segundo dia também deve ser tratada como dado preliminar, podendo mudar após a apuração final das folhas de presença.
Para o Ministro da Educação, Mendonça Filho, este foi o Enem mais seguro dos últimos anos, com todo planejamento seguido à risca. 
“Conseguimos alcançar um objetivo geral. Foi um Enem tranquilo, com mais conforto para os estudantes e, finalmente, onde se premia o mérito e o bom desempenho”, afirmou. 
A presidente do Inep, Maria Inês Fini, também comemorou a realização do Enem nesse novo modelo. “As mudanças foram extremamente positivas. Agradeço o envolvimento de todas as equipes que trabalharam para o sucesso deste Exame”, afirmou. Para aplicar as provas para 6,7 milhões de participantes o Inep mobilizou 600 mil pessoas em todo o país.
A parceria do Ministério da Educação (MEC) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com a Polícia Federal teve, mais uma vez, êxito no monitoramento de quadrilhas dedicadas a fraudar concurso públicos e processos seletivos. 
As áreas de conhecimento avaliadas foram Matemática e suas tecnologias, e Ciências da Natureza e suas tecnologias. É a primeira vez que as duas áreas são aplicadas no mesmo dia. A nova divisão organiza a demanda cognitiva do participante de maneira mais inteligente e integrada. 
Os participantes tiveram 4 horas e 30 minutos para resolver 90 questões objetivas. Participantes com direito a tempo adicional e os surdos e deficientes que escolheram o recurso de Videoprova Traduzida em Língua Brasileira de Sinais (Libras) tiveram uma e duas horas a mais, respectivamente, para encerrar o Exame.

Graciane Sousa/cidadeverde.com
Com informações Inep

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Prefeitura de Parnaíba tenta impedir plenária sobre saúde pública. Conselho Municipal resiste e mantém evento!

Marcada para acontecer na manhã desta sexta-feira (10/11), a 1ª Plenária Ampliada de Saúde de Parnaíba sofreu tentativa de “boicote” por parte da Prefeitura de Parnaíba. Ontem, a comunicação oficial do poder público municipal divulgou uma nota suspendendo o evento que é coordenado pelo Conselho Municipal de Saúde, porém, o conselho não foi informado oficialmente e tem autonomia para conduzir as atividades.
Na manhã de hoje, contrariando a intervenção da Prefeitura, o Conselho manteve o evento e realizou os procedimentos devidos. Porém, os profissionais também foram comunicados que, o município não forneceria a alimentação para os participantes, o que inclui lanche, almoço e água, além da estrutura de som e auditório. Diante da situação, o secretário estadual de saúde, Florentino Neto, ofereceu a alimentação para a equipe presente na plenária.

Comunicado da Prefeitura de Parnaíba ontem

Uma plenária de saúde trata-se de um momento de construção coletiva das políticas de saúde do Sistema Único de Saúde – SUS, onde toda a população pode contribuir para que sejam discutidos tantos os problemas, como ações que possam melhorar a qualidade de vida dos cidadãos do município.

De acordo com Daniela Barros, que coordenou a plenária, no encontro será elaborada a proposta para a saúde pública do município para 2018/2021. Ela também disse que o conselho ficou sabendo por blogs que a plenária havia sido cancelada, porém trata-se de um evento que não pode ser cancelado.

Extraparnaiba

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Governo lança II Feirão de Automóveis do Servidor Público Estadual nesta quinta (9)


O Governo do Estado, através da Secretaria de Administração e Previdência (SeadPrev), lança, nesta quinta (9), às 11h30, no Palácio de Karnak, do II Feirão de Automóveis do Servidor Público Estadual do Piauí, que será uma oportunidade para o servidor realizar o sonho de comprar seu carro. O evento tem parceria com o Banco do Brasil e concessionárias de veículos e lojas de seminovos para facilitar a aquisição. O feirão será realizado de 13 a 26 de novembro. 
 
O II Feirão de Automóveis do Servidor Público Estadual possibilita o financiamento em condições especiais para compra e troca de veículos novos e seminovos. O financiamento pode ser feito em até 60 meses com 100% do valor do veículo. Entre as outras vantagens estão a carência de até seis meses para o pagamento da primeira parcela, a possibilidade de não pagar a parcela em dois meses por ano e taxas especiais a partir de 0,99% junto às instituições financeiras.
 
Segundo o secretário da SeadPrev, Franzé Silva, a iniciativa do feirão além de fazer a economia girar, ainda fomenta recursos para o Fundo de Previdência. "Pelo menos 0,5% de todo o volume de vendas será aportado no fundo de previdência a título de taxa de administração" afirma ao acrescentar que a segunda edição do feirão entra para o calendário estadual de eventos.
 
Após a realização do primeiro feirão em 2016, o presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), Ilídio dos Santos, visitou o secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, para parabenizá-lo pela iniciativa do evento, considerado inédito no Brasil. A entidade, que reúne 48 mil lojas de veículos novos e usados no  país, é um entusiasta do projeto desenvolvido pelo Governo do Piauí.
 
O secretário disse que as instituições credoras não estão cobrando tarifas de cadastro ou avaliação. “O débito vai ser feito em conta corrente sem a necessidade de boletos e com a oportunidade do servidor utilizar o CDC Consignado e/ou CDC Salário para auxiliar na entrada e complementar o financiamento do veículo”, esclareceu  Franzé.
 
Para o presidente da Associação dos Revendedores de Seminovos, Douglas Alexandre, as concessionárias concorrentes estão unidas no mesmo objetivo, na mesma linguagem e contando com o apoio e a credibilidade do Governo do Estado."Acreditamos que esse projeto representa um apoio para os lojistas nesses tempos de crise" comemora.
 
O II Feirão de Automóveis do Servidor Estadual do Piauí tem como público-alvo todos os servidores públicos do estado, policiais militares, bombeiros, ativos, inativos e pensionistas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, advogados regularmente inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PI), qualquer profissional de Contabilidade, inscrito no Conselho Regional de Contabilidade (CRC-PI), jornalistas filiados ao sindicato da categoria e servidores das Prefeituras Municipais.

ccom