domingo, 31 de dezembro de 2017

MENSAGEM DE MÁRCIO BIKANCA


MENSAGEM DE FLORENTINO NETO


sábado, 30 de dezembro de 2017

Secretário de Saúde acompanha funcionamento dos hospitais no fim de ano

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, visitou nesta sexta-feira (29), os hospitais da rede estadual sitiados na capital. A visita objetivou acompanhar o funcionamento das unidades que, mesmo sendo de retaguarda, continuarão os atendimentos aos pacientes internados. Também, na visita, foram discutidas as ações para o primeiro semestre de 2018.

Na Maternidade Dona Evangelina Rosa, primeira unidade a ser visita, o secretário, juntamente com o diretor geral, Francisco Macedo, e o clínico, Marcus Bittencourt, fez uma rápida vistoria. “Supervisionamos os estoque de medicamentos e insumos, além de avaliarmos as condições de funcionamento para este final de ano e propomos algumas ações para o mês de janeiro”, afirmou.

No Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, o secretário visitou as obras da reforma de uma ala, que vai abrigar 14 leitos comuns e um de isolamento. O Hospital funciona também como porta aberta para urgências especializadas. Acompanharam o gestor, a diretora geral, Maria das Dores Rocha, e a diretora clínica, Elna Amaral.

No Hospital Getúlio Vargas, que é até sábado realiza o último mutirão de cirurgias do ano beneficiando 30 pacientes, Florentino relata que foi feita uma avaliação da execução financeira, assim como os desafios para 2018. A visita foi acompanhada pela diretora geral, Clara Leal e pelo coordenador da Rede de Urgência e Emergência, Telmo Mesquita.

No Hospital Infantil Lucidio Portela, foram definidas algumas ações emergenciais já para o início de 2018, consistindo em adequações e reforma de alguns espaços.

O secretário afirma que também serão realizadas melhorias no Hospital Areolino de Abreu. “Fizemos uma avaliação das conquistas deste ano e planejamos algumas melhorias e adequações para o primeiro semestre de 2018”, afirmou.

Florentino destacou que todos os hospitais do interior elaboraram planos de ação para atender no final do ano, no setor de urgência e emergência. Em Parnaíba, por exemplo, devido ao fluxo maior de turistas, equipes estão nos locais de maior movimentação para garantir a assistência imediata aos pacientes,assim como o pleno atendimento do Samu Aéreo.
Oitoemeia

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Governo do Estado reforça atendimentos médicos no réveillon

Durante o período de final de ano, algumas regiões piauienses recebem um maior fluxo de pessoas para as festividades, como o caso do litoral do Estado. Por conta disso, a Secretaria de Estado da Saúde elaborou o plano de ação para garantir que todos possam ter um Réveillon tranquilo com a assistênciaà saúde assegurada.

O fluxo de pessoas que transitam nesse período ocasionam um aumento do número de veículos e consequentemente acidentes, além dos riscos de afogamento, embriaguês, queimaduras, insolação, entre outros. Foram investidos R$ 64.800,00 no reforço de médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, motoristas, supervisores e apoio técnico da Secretaria de Saúde para as cidades de Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia.

“É imprescindível propiciar recursos para o atendimento de urgência da população, reforçando a quantidade de profissionais, ambulâncias com equipamentos, medicamentos e materiais médico-hospitalares”, explica o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto. Ele acrescenta que o objetivo da ação é facilitar o atendimento às urgências e emergências, atender a demanda aumentada de pacientes geradas pelas ocorrências e viabilizar de forma eficiente o transporte ao serviço hospitalar.

Todos os hospitais regionais e estaduais já definiram as escalas de plantão durante o período de fim de ano para garantir atendimentos de urgência à população. Também serão distribuídos preservativos masculinos, femininos e material educativo sobre os cuidados em relação à prevenção de doenças transmissíveis.

Cidadeverde

Atitude corajosa: Vereadora Fátima Carmino denuncia prefeito Mão Santa ao TCE


O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, foi denunciado ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) por não efetuar a execução de emendas impositivas individuais da vereadora Maria de Fátima Carmino Pereira Dourado (PT). A representação foi apresentada ao TCE-PI na última quarta-feira (20) pela própria vereadora. O relator é o conselheiro Luciano Nunes de Sousa.
Conforme a denúncia, as emendas destinadas pela parlamentar deveriam ter sido encaminhadas até o dia 30 de setembro. Porém, tais emendas nunca foram enviadas até a data da denúncia. A parlamentar enviou um ofício a Superintendência de Planejamento (Suplam) solicitando esclarecimentos e uma reunião para tratar do assunto, mas não obteve resposta.
Posteriormente, o Ministério Público foi acionado pela parlamentar, requerendo providência em relação ao sigilo do executivo. Logo depois, o superintendente Interino de Planejamento, em um ofício encaminhado a vereadora, citou que não houve “o retorno desejável e necessário para que fossem feitas as devidas realocações de dotações no orçamento”.
Fátima Carmino ainda requereu uma audiência pública, realizada em 12 de dezembro, para resolver a situação. Ficou acordado que haveria uma reunião entre os representantes contemplados com a indicação de emendas parlamentares e o chefe do executivo com sua equipe, para estipular as expectativas de para implementar o benefício. Porém, nada foi agendado até o presente momento, segundo ela. (Fonte: Viagora)

OPINIÃO DO PORTAL:
ATITUDE CORAJOSA
Ser oposição à gestão do prefeito Mão Santa em Parnaíba é uma missão de alto risco. É preciso ter coragem, porque mexer com os interesses do atual staffgovernamental é ter a certeza de que vai ser alvo preferencial de ataques violentos e grosseiros tendentes à desmoralização. Questionar a lisura e as intenções de Mão Santa é o mesmo que mexer com uma infantaria pronta para disparar ataques em blogs, redes sociais ou mesmo de pontos não identificáveis.  Exatamente por isso, são poucos os que têm a coragem da professora Fátima Carmino de denunciar e entrar a mira dos golpes baixos, próprios da guerrilha política que só os Morais Souza sabem contra a reputação dos seus adversários. É também é por esse motivo, que a atitude de vereadora merece ser apoiada por todos que desejam um mínimo de transparência na gestão municipal de Parnaíba.
A24horas

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

SALÁRIO DE R$ 10.474,00: Mão Santa aumenta salário dos vereadores de Parnaiba


O prefeito Mão Santa deu um belíssimo presente de Natal aos vereadores de Parnaiba  aumentando seus salários para R$ 10.474,00, a partir de janeiro de 2018.
O "agrado" dado pelo prefeito aos vereadores reflete o tamanho do descaso com as prioridades da cidade e das classes menos favorecidas, já que Mão Santa está fechando o ano devendo à "Deus e ao mundo", devendo a premiação do São João da Parnaiba, devendo fornecedores, terceirizados e servidores.
É a esculhambação se repetindo depois de décadas. É como diz ditado, "Quem esquece a história está condenado a repeti-la”.

I Mutirão de Cirurgias Eletivas supera metas de 2017


I Mutirão de Cirurgias Eletivas supera metas de 2017






Em 2017 a Secretaria de Estado da Saúde realizou nos meses de novembro e dezembro o I Mutirão de Cirurgias Eletivas. Superando as metas, a ação beneficiou cerca de 2.038 pessoas em todo o Piauí com procedimentos simultâneos nas áreas de ortopedia, ginecologia, pediatria, de catarata e cirurgias gerais, realizados em dez hospitais da rede estadual. 
Segundo o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, o projeto terá continuidade em 2018, já com parte dos recursos assegurados, através de uma emenda parlamentar do deputado federal Assis Carvalho, no valor de 5,5 milhões de reais e já recebeu afirmativa do ministro da Saúde, Ricardo Barros, com a garantia de repasse dos recursos necessários para zerar a fila de cirurgias oftalmológicas no Piauí. “Superamos nossa meta deste ano, mas queremos mais, queremos zerar a fila em 2018, por exemplo, de catarata, que temos cerca de 7 mil pacientes esperando”, afirma o secretário de estado da Saúde, Florentino Neto.
“Foi muito importante essa cirurgia para a saúde do meu filho, evitou que ele tivesse consequências futuras”, disse Maria Martina, do município de Cristino Castro, mãe do Gabriel de quatro anos que fez cirurgia de hérnia umbilical no Hospital de Bom Jesus.  Além disso, o Mutirão proporcionou que diversos cidadãos voltassem a realizar atividades simples do dia-a-dia, como costurar, pescar ou andar de bicicleta por meio das cirurgias de catarata.
Todos os hospitais foram preparados para realizar os procedimentos, já que o Estado conta com mais de R$74 milhões para aquisição de equipamentos, oriundos de recursos de emenda parlamentar. As equipes dos hospitais fecharam a escala de profissionais para trabalharem inclusive finais de semana e feriados para dar mais celeridade à fila de espera. 
Pessoas beneficiadas por Hospital

265 no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde(HEDA) em Parnaíba
317 no Hospital Estadual Gerson Castelo Branco – Luzilândia
412 no Hospital Estadual Júlio Hartman - Esperantina
201 no Hospital Regional de Campo Maior
225 no Hospital da Polícia Militar(HPM) - Teresina
223 no Hospital Estadual Deolindo Couto - Oeiras
98 no Hospital Estadual Teresinha Nunes Barros - São João do Piauí
100 no Hospital Estadual Manoel de Sousa Santos – Bom Jesus
97 no Hospital Estadual Dr. João Pacheco Cavalcante – Corrente
100 no Hospital Estadual de Buriti dos Lopes
Por: Denise Nascimento e Albano Amorim

Agespisa melhora abastecimento nas áreas altas de Parnaíba


O abastecimento de água dos bairros localizados em áreas altas da cidade de Parnaíba recebeu um reforço importante no último domingo (24). A Agespisa instalou um booster, conjunto de bombas mais potentes que aumentam a vazão e a pressão da água, num trecho da BR-343, entre Parnaíba e Luís Correia.

Com vazão de 119 mil litros por hora, o equipamento vai solucionar de forma definitiva a intermitência no abastecimento das áreas mais altas da cidade litorânea, causada principalmente pela topografia elevada.
Os bairros e conjuntos beneficiados diretamente com a ação são Colina da Alvorada, João XXIII, Caminho da Alvorada, Conviver Residence e Comunidade Portinho.

“Com esse equipamento de pressurização da água, já foi possível perceber uma melhoria significativa no volume de água distribuído para essas regiões”, ressalta o Gerente da Unidade de Negócio de Parnaíba, Cirilo Albuquerque.

Por: Afonso Rodrigues | Edição: Jornal da Parnaíba

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Mobilidade urbana foi o destaque das obras realizadas pelo Governo em 2017

Grandes obras de infraestrutura e mobilidade urbana foram entregues em 2017, além de outras que estão em andamento. Pavimentação, construção de viadutos e elevados, duplicação de pontes e revitalização de avenidas. Essas são algumas das ações que o Governo do Piauí realiza com o objetivo de fomentar a economia e estimular o desenvolvimento.
A maior obra de mobilidade urbana da história do Piauí fica por conta das intervenções no Metrô de Teresina, que terá investimentos da ordem de R$ 448 milhões, dos quais, R$ 228 milhões já estão assegurados. O projeto foi dividido em duas etapas distintas e funcionais. A primeira etapa, que já foi contratada por processo licitatório, consiste na compra de três VLTs, cada um com três "carros" e capacidade para até 600 passageiros, cada. As três primeiras composições estão orçadas em R$46,50 milhões e já estão sendo fabricadas, devendo substituir os atuais trens do metrô até o fim do primeiro semestre de 2018.
Outro grande destaque de Teresina foi a entrega da primeira etapa do elevado da avenida Miguel Rosa, que possui 320m de extensão e quatro faixas com 3,5m de largura cada. Cerca de 10 mil veículos passam pelo local diariamente, onde ocorreu uma melhora visível no tráfego da região. Agora, a obra segue para a segunda etapa que consiste na escavação de trincheira, drenagem e desvio de adutoras. O rebaixamento vai interligar a pista que passa pela Rodoviária de Teresina em direção a Timon (MA). Nas duas obras serão investidos R$ 24.345.820,85, recursos do programa Pró-Desenvolvimento II, do Governo do Estado.
Segundo o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PI), Castro Neto, foi uma missão concluir uma obra tão aguardada pelos teresinenses. “A obra interliga a região sul da capital, que compreende uma das entradas da cidade pela BR-316, com o Centro da cidade. Essa área era considerada crônica para quem passa por ela todos os dias. Com o elevado temos uma melhora no tráfego e, consequentemente, na qualidade de vida dos piauienses", destacou.
Ainda na capital, a Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans) inaugurou o complexo da ponte Juscelino Kubitschek que agora conta com cinco faixas de tráfego no sentido Centro-Leste, um passeio central para pedestres e ciclistas, interligando o canteiro central das avenidas Frei Serafim e João XXIII, mais uma praça sob a ponte JK. As obras da reestruturação custaram R$ 31.686.491,73, incluindo a construção da ponte do Meio, dos acessos, reforma da ponte JK e implantação do passeio central. Já, a construção das duas praças sob a via, está orçada em R$ 1.696.978,11.
"É uma obra de grande importância para Teresina. A ponte do meio desafogou o trânsito e facilitou a trafegabilidade na região central da cidade, melhorando a qualidade de vida das pessoas. Já, a praça é uma opção a mais para a cultura local, transformando um espaço, antes degradado, em um ambiente agradável e aconchegante", destaca o governador Wellington Dias.
Rodoanel e duplicação das BRs
O rodoanel de Teresina está 95% concluído e espera-se uma redução no tráfego de pelo menos cinco mil veículos de cargas que diariamente passam na área urbana da capital. A última etapa consiste na construção das alças do viaduto da BR 316, implantação dos dispositivos de segurança e sinalização. Ao todo, R$ 125 milhões foram investidos.
Na zona Sul da cidade, quem passa pelo local, já percebeu o avanço nas obras de duplicação da BR-316. Até o momento, a duplicação encontra-se 40% concluída com alguns trechos de asfaltamento já finalizados, como cerca de três quilômetros que vão da entrada do conjunto habitacional Eduardo Costa até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ao todo, são nove quilômetros de duplicação das vias, que inclui oito faixas para veículos, ciclovia, calçada, três viadutos e três passarelas para pedestres. Esse é investimento de quase R$ 65 milhões de recursos.
 A BR-343 também terá nove quilômetros de duplicação, com quatro faixas para veículos, um total de R$35 milhões de investimentos.
Pelo menos R$ 253,3 milhões já foram investidos pelo DER no Piauí em 65 obras concluídas desde o início de 2015. Somado às obras da Setrans, o DER responde por 63% do total de investimento feito no período, o que mostra que a prioridade do Governo tem sido em ações de infraestrutura e mobilidade, como construção ou reforma de pontes e de rodoviárias, estradas, pavimentação de ruas, alargamento de avenidas, asfaltamento e recuperação de vias. No período, foram no total 43 ações concluídas.
Pavimentação em bairros
Foram inaugurados mais de 40 quilômetros de vias asfaltadas na capital, incluindo todas as ruas do bairro Parque Piauí e Redenção, além de ruas dos bairros Vila Irmã Dulce, Parque Eliane, Vila Nova, Uruguai, Bairro de Fátima, Horto Florestal, Conjunto Eduardo Costa, pátio do Detran e posto da Fazenda no bairro Tabuleta. Foi um total de R$ 9.830.126,00 em investimento com recursos de operação de crédito.
Rodoaneis e aeroportos
Os contornos rodoviários também foram destaques em 2017. Em Canto do Buriti está sendo realizada a primeira etapa do rodoanel da região, custando R$ 8.532.320,80 ao DER.
Na cidade de São Raimundo Nonato, a obra foi executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e tem 2,5 km de extensão, evitando que os carros de grande porte passem pelo centro da cidade e aliviando o tráfego. A obra foi entregue no mês de julho. Já na cidade de Regeneração, a obra foi realizada pela Seinfra e inaugurada no começo do ano. O investimento da obra foi de R$ 4.606.566,41.
Com as obras de aeroportos, o Piauí deve ganhar reforço nas cidades de São João do Piauí, Bom Jesus, Corrente e Picos. As obras de reforma e ampliação do aeroporto da cidade de São João do Piauí foram entregues em novembro. Com pista de táxi aéreo, pátio de estacionamento de aeronaves, cerca de proteção e balizamento noturno, o aeroporto Benjamim de Moura Leal recebeu investimentos na ordem de R$ 4.214.708,74, advindos do Tesouro Estadual. A entrega no novo aeroporto faz parte do programa Piauiense de Desenvolvimento da Aviação Regional e foi o primeiro a ser concluído dentro desse plano.
Mobilidade urbana no interior
Com o avanço das obras de rodovias desde o início de 2015, o Piauí saltou de 66 para 219 municípios ligados por asfalto. O número representa 98% dos 224 municípios do Estado. Até o final de 2018, a meta é que chegue a 100% de cobertura.
Dom Inocêncio, Pavussu, Domingos Mourão e Morro Cabeça do Tempo são os cinco últimos municípios do Piauí que passarão a ter ligação através do asfalto com outras cidades. Os municípios de Socorro do Piauí e Pedro Laurentino, que estão a 37km de distância um do outro, terão o investimento em cerca de R$13 milhões para a ligação asfáltica entre eles. A obra está em execução e vai reduzir o tempo de deslocamento entre as duas cidades. A distância de 44km entre os municípios de Picos e Itainópolis passará a ser ligada por asfalto. A obra está sendo executada pelo DER, no valor de R$ 9 milhões. Com isso, Itainópolis terá ligação asfáltica com a BR 407, por meio da PI 379.
Buriti dos Lopes
No município de Buriti dos Lopes, os serviços de pavimentação asfáltica foram executados no trecho que vai do entroncamento da PI-211 até o povoado Coroa de São Remígio. Os serviços de melhoramento da implantação e pavimentação asfáltica foram executados em Tratamento Superficial Duplo (TSD), no trecho que vai do entroncamento da PI-211 até o povoado Coroa de São Remígio, com extensão de 9 km. A obra era uma reivindicação antiga da comunidade. No total, foram investidos na obra, R$ 3.811.771,89 com recursos do Governo do Estado, por meio da Setrans. A região, situada no Vale do Longá, é uma grande região produtora de cerâmica.
Bom Princípio
Já em Bom Princípio, foram executados os serviços de pavimentação asfáltica em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (C.B.U.Q.), numa área de 30.000m², contemplando diversas vias da zona urbana do município, como as ruas Benedito Dionísio, Ceará, José Ribeiro de Carvalho, Norberto Dionísio Rabelo, Terezinha de Jesus Marques Rebelo, Rua dos Edis, Cirilo Vieira de Albuquerque, Nazaria Firmino de Araújo, Bernardo Vieira de Carvalho, Luiz dos Santos Bezerra, Eduardo Alves Pereira e Hugo Ribeiro da Costa Barros. As obras tiveram investimento da ordem de R$ 1.218.312,98, recursos do Governo do Estado do Piauí, por meio da Setrans.
Cocal
Em agosto deste ano, o município de Cocal, recebeu obras de pavimentação asfáltica do trecho que liga Cocal ao povoado Campestre, onde foram investidos R$ 5.894.000,96, recursos do Tesouro Estadual. Além disso, foram autorizadas obras pelo Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), de conclusão de projeto executivo do asfaltamento, por meio de contrato da Caixa Econômica Federal. Do município de Cocal para Bom Princípio, com extensão de 25/29 km, com orçamento de R$ 9.499.179,21.

Autoria: Aline Medeiros

DEPOIMENTO SOBRE ANTÔNIO DE PÁDUA RIBEIRO DOS SANTOS

Por Alcenor Candeira Filho

     Casado com a promotora de justiça e escritora Maria do Amparo Coelho dos Santos com quem tem três filhos, o   advogado parnaibano Antônio de Pádua Ribeiro dos Santos já exerceu vários cargos importantes na sua cidade: promotor de justiça, defensor público,  delegado de polícia, professor, presidente da Câmara Municipal,  presidente da OAB – Subseção de Parnaíba, presidente da Academia Parnaibana de Letras, secretário municipal de cultura e vice-prefeito municipal.
     Como escritor tem explorado os seguintes gêneros  literários: poesia (VIRAÇÃO), conto (REVOLUÇÃO DAS ALMAS) e crônica (O ENCANTADOR DE SERPENTES e CRÔNICAS VADIAS).
     Embora dotado de muita sensibilidade na poesia lírica e na de protesto, reconhecido por Fontes Ibiapina como um poeta de “estro contido numa mensagem humana que traduz nossos sentimentos ecológicos”, com “construtividade humano-sócio-política”, - acho que Pádua Santos se realiza melhor artisticamente como contista e cronista.
     REVOLUÇÃO DAS ALMAS reúne cinco contos premiados no Concurso João Pinheiro, promovida pela Secretaria de Cultura, Desportos e Turismo do Piauí. Segundo o contista Magalhães da Costa essa obra, editada em 1988, revela “uma estreia muito feliz dum jovem contista, senhor já de seu ofício de escritor, que exerce com grande firmeza, segurando a narrativa de espontaneidade, manejando a linguagem, que tem bem dominada e recriada, sabendo fazer uso dos diálogos na sua maioria bem construídos e nada abusivos,  experimentando sempre novas maneiras de construir suas histórias, com técnica atual, e o mais importante, explorando temas de hoje, de interesse social, onde podemos destacar especialmente a fina ironia do autor e a humana mensagem de ficcionista engajado no seu tempo. São histórias do pedaço de chão nosso, mais particularmente da zona sertaneja, onde habitou o contista em meio a sua gente e que aqui é retratada fielmente nos seus dramas de pobres diabos”.
     Com capa e ilustrações do grande artista plástico e gráfico Fernando Antônio Melo de Castro, O ENCANTADOR DE SERPENTES E OUTROS VULTOS ILUSTRADOS retrata com ironia e humor, através de crônicas bem desenvolvidas, pessoas de Parnaíba: o advogado amante de festas juninas, o carnavalesco, o  padre, o juiz, o médico, o caricaturista, políticos, escritores e poetas.
     Por fim, reporto-me ao livro CRÔNICAS VADIAS, que tive a honra de prefaciar e com que Pádua Santos obteve o 1º lugar na categoria crônica (Prêmio A. Tito Filho) em “Concursos Literários do Piauí”, - importante certame cultural promovido em 2006 pela Fundação Cultural – FUNDAC. Aliás na trajetória intelectual de Pádua Santos, destaca-se sua participação vitoriosa em diversos concursos literários, a partir dos anos 80.
     A cada um dos treze textos enfeixados no livro corresponde uma epígrafe, reveladora da cultura literária do autor, ora garimpada na Bíblia, ora extraída de escritores estrangeiros ou brasileiros, inclusive parnaibanos.
     Os textos reunidos no livro são classificados pelo autor como “crônicas”. Reconhecendo, no entanto, ser difícil estabelecer os limites entre “crônica” e “conto”, adverte Pádua Santos:

 E o que são, finalmente, estes relatos?
O próprio nome já diz tudo: são descrições
 vadias. Vadias porque ora parecendo conto, ora se
 assemelhando à crônica, dizem coisas romanescas
envolvendo pessoas que à época viviam em eterna
 boemia ociosa.

     A preocupação do autor quanto à exata classificação dos textos deste livre procede, principalmente se se levar em consideração a famosa e chistosa definição de Mário de Andrade, segundo a qual “conto é o que conto se chama”.
     De qualquer sorte, a classificação adotada por Pádua Santos, que é um excelente contista (REVOLUÇÃO DAS ALMAS é uma obra-prima do conto piauiense), é inteiramente correta, uma vez que a obra apresenta temas urbanos, com tipos urbanos, predominantemente no plano humorístico, notando-se a ausência de sutileza no trato com a narrativa.
     Um dos maiores críticos literários do Brasil, Antônio Cândido, no início do prefácio de um  livro que reúne crônicas de quatro grandes autores do gênero – Carlos Drummond de Andrade, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos e Rubem Braga – diz:

 “A crônica não é um ‘gênero maior’. Não se
 imagina uma literatura feita de grandes cronistas, que
dessem  o brilho universal dos grandes romancistas,
dramaturgos e poetas. Nem se pensaria em atribuir
o Prêmio Nobel a um cronista, por melhor que fosse.
Portanto, parece mesmo que a crônica é um gênero menor”.

     Observe-se que o consagrado crítico e professor emprega a forma verbal “parece” (“... parece mesmo que a crônica é um gênero menor”). Ora, “nem tudo o que parece é”, ensina a sabedoria popular. Ciente e consciente disso, acrescenta o crítico:

 “Graças a Deus -  seria o caso de dizer,
 porque sendo assim ela (a crônica) ficou perto    de
de nós. E para muitos pode servir de caminho não
 apenas para a vida, que ela serve de perto, mas para
a literatura”.

          No premiado livro, o tema é voltado para “vidas vadias” na Parnaíba de diferentes épocas. Vários escritores do mundo inteiro (poetas, contistas, romancistas, dramaturgos, cronistas) escreveram sobre lupanares e prostitutas. Nenhum (ex) frequentador de lugares ou becos em que vivem ou viveram “mulheres de vida fácil” (“difícil” seria o adjetivo mais apropriado) pode ou deve se envergonhar. Beco de mulheres? A resposta com Manuel Bandeira, no poema “Última Canção do Beco”:

                                               “Todas são filhas de Deus!
                                                               Dantes foram carmelitas...”

     CRÔNICAS VADIAS é um livro fascinante. Sinto-me um privilegiado por tê-lo conhecido antes de publicado. Mais do que estórias de cabarés, encontrei nele uma faceta pouco lembrada da história da cidade, narrada num estilo sóbrio, conciso.
     Nas páginas do livro, não desfilam propriamente “personagens”, isto é, atores e atrizes que se insinuam, deixando impressa a sua silhueta marcante. Depara-se, isso sim, com “tipos”, definidos com poucas palavras, sem o propósito de aprofundar a análise comportamental. Mas são tipos inesquecíveis: o perdulário que se trajava com “larga camisa que mandava confeccionar do tecido de que eram feitos os sacos que continham açúcar da época”; a filha do vaqueiro, “feia e desengonçada” que deixa o “seco sertão ensolarado e dos bodes” para assumir o papel de “Paraense” da cidade pecadora e ensombrada pelo deboche; a senhora da alta sociedade que manda danificar a casa da amante de seu marido, “quebrando a casa errada”; “o cego de visão, e também de bom olfato”, induzido por amigo galhofeiro a confundir, diante de cheiro de vela, funerária em noite de velório com cabaré  em noite sem energia elétrica...

     Com este livro, o grande contista Pádua Santos assume também a condição de grande cronista. Se alguém duvidar, respondo tal qual o velho timbira do poema famoso de Gonçalves Dias: - “Meninos, eu vi”.                           

Governo do Estado investe na regionalização da saúde e descentraliza atendimentos

Ascom Saúde
O ano de 2017 foi importante para o fortalecimento da saúde pública no interior do estado. Por meio da secretaria estadual da Saúde (Sesapi), o Governo do Estado investiu no fortalecimento de hospitais regionais e descentralização de serviços.
A iniciativa permite que piauienses de todas as regiões do estado tenham atendimento de alta e média complexidade sem que precisem recorrer a hospitais de Teresina, evitando o desgaste de longas viagens.
Em Picos, terceira maior cidade do Piauí e centro de referência para a população de toda a microrregião do Vale do Guaribas, o Hospital Regional Justino Luz recebeu novos equipamentos e instalações físicas que seguem padrões de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dos grandes hospitais, com 10 novos leitos.
A nova estrutura se soma a um conjunto de ações para aprimorar humanizar atendimento. “Entregaremos também outras obras, como o Centro de Parto Normal, mais 10 leitos de UTI Neonatal, 10 leitos de cuidados intermediários. Então, é todo um complexo que vai ampliar nossa capacidade de atendimento”, avalia o secretário estadual da Saúde, Florentino Neto.
Nessa UTI temos uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, participação efetiva de comissão de infecção hospitalar, acompanhamento integral ao paciente e a maior parte desses pacientes vem de demanda de procedimentos cirúrgicos do próprio hospital, como ortopedia, pediatria, obstetrícia e clínicas cirúrgicas. Com a UTI, atenderemos as necessidades da macrorregião sem precisar migrar para Teresina”, afirma o diretor clínico responsável pela unidade, Raimundo Reis.
Referência para mais de 40 municípios da Planície Litorânea e Cocais, o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, recebeu, em 2017, sete novos leitos, equipados com monitores, respiradores, aparelhos de eletrocardiograma em um projeto de ampliação do setor de Estabilização da Urgência e Emergência. Além disso, foi aberta a UTI Neo e Ucin, com cuidados intermédios neonatal, 20 leitos ao total, sendo um importante reforço na assistência em alta complexidade. A obra recebeu investimentos da ordem de R$ 270 mil.
Parnaíba também passa a ter cursos em Residências Médicas. É a primeira vez que que os cursos são ofertados no Piauí fora de Teresina. Os cursos são frutos de uma parceria junto a Universidade Federal do Piauí.
“Estamos empenhados em estimular cada vez mais a integração do curso de Medicina da Universidade Federal com o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, pois entendemos que, através das Residências Médicas, do trabalho dos nossos profissionais do Hospital e dos preceptores, nós temos como fazer cada vez mais a construção de um hospital melhor para a sociedade”, explica Florentino.
No Hospital Estadual Teresinha Nunes de Barros, em São João do Piauí, a reativação do centro cirúrgico recebeu investimentos de R$ 500 mil.
Em Buriti dos Lopes, cidade localizada na planície litorânea, o Hospital Estadual Dr. Mariano Lucas de Sousa acaba de ser reinaugurado, após período de reforma. Com nova estrutura física, o hospital passa a ter capacidade de atendimento ampliada, com serviços de urgência e emergência, adultos e pediátricos. O novo espaço traz 20 leitos destinados à observação na urgência e 10 leitos destinados à internação clínica. A reforma recebeu investimentos da ordem de R$1,3 milhão, fruto de recursos federais.
Mutirões de cirurgias eletivas desafogam filas de espera
Antes mesmo de sua inauguração, a unidade já realizava atendimentos à comunidade. No início deste mês, em mais uma etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas, foram realizadas 100 cirurgias de catarata. O mutirão beneficiou não apenas moradores de Buriti dos Lopes, mas também de municípios vizinhos, como Cocal dos Alves, Murici dos Portelas, Bom Princípio, Caraúbas, Caxingó e Cocal da Estação.
Seu Luiz dos Santos (67), trabalhador rural do município de Caxingó, foi um dos pacientes atendidos durante o mutirão. Após a cirurgia, e já com a visão recuperada, ele comemorou poder voltar a enxergar com clareza. “Renovou a minha vida em 30 anos. Estou enxergando mesmo. Vou poder fazer serviços que eu já não podia fazer e que agora eu vou poder fazer, como meu plantio de arroz”, relata.
Todos os pacientes receberam gratuitamente kits compostos por óculos e colírio. A avaliação do pós-operatório será realizada ainda no domingo, no próprio Hospital.
Os mutirões de cirurgias eletivas não se restringem a cirurgias oftalmológicas, mas também ortopédicas e outras especialidades.  O projeto da Sesapi planeja atender, até o final do ano, cerca de 2 mil pacientes com um investimento estimado em R$ 3,8 milhões de reais, aplicados em equipamentos que fortaleceram a capacidade de atendimento dos hospitais no estado.
Dez hospitais compõem a rede de suporte para a realização dos mutirões, Hospitais Getúlio Vargas. Em Teresina, os hospitais Infantil Lucídio Portela e da Polícia Militar realizam atendimentos nas áreas de ortopedia, ginecologia, neurocirurgia, hemodinâmica e catarata. No interior do estado as ações ocorrem nos hospitais de Campo Maior, Piripiri, Luzilândia, Esperantina, Barras, Bom Jesus e São Raimundo Nonato
Parnaíba e Floriano recebem realização de neurocirurgias
A expansão das instalações físicas dos hospitais regionais de Parnaíba e Floriano, Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) e Hospital Regional Tibério Nunes, respectivamente, possibilitou a essas duas praças a realização de neurocirurgias, modalidade implantada no primeiro semestre de 2017, que permitiu mais de mil atendimentos na urgência e emergência, com cirurgias sendo realizadas nesses hospitais.
Além da nova modalidade de cirurgias, o Hospital Tibério Nunes também passou a contar com a modalidade de telemedicina, que faz o monitoramento 24h dos pacientes da UTI, orientando e acompanhando a evolução clínica. A modalidade estará à disposição do hospital regional de Parnaíba em breve. Lá, a implantação de uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON), no Hospital Universitário, está descentralizando os atendimentos contra o câncer de Teresina.
ascom

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Governo do Estado divulga programação de eventos no fim de ano no Litoral


O governo do estado do Piaui, através da Secretaria de Estado do Turismo do Piauí (Setur) divulgou a programação de eventos neste final de ano no litoral piauiense. Haverá shows musicais nos dias 30 e 31, nas cidades de Parnaíba e Luís Correia. A informação foi repassada na tarde desta quarta-feira (20) pelo secretário de Turismo, Flávio Nogueira Junior.

“A realização dos eventos é importante e funciona como atrativo para os turistas que visitam nosso litoral, bem como para os moradores da região. Além de tudo, é uma opção de festa gratuita, onde todos podem participar”, afirmou o secretário. 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

30/12/2017

Luís Correia (Praia de Atalaia)

- Vale Night

- Solange Almeida

- Anderson Rodrigues

- Farra da Gordinha

Parnaíba (Praia da Pedra do Sal)

- Farra da Gordinha

- Absoluthe

- Solange Almeida

31/12/2017

Luís Correia (Praia de Atalaia)

- Leo Cachorrão

- Beto Barbosa

- Zé Orlando

- Taty Girl

Parnaíba (Praia da Pedra do Sal)

- Taty Girl

- Waldo e Felipe

- Forró na Veia

SETUR

Governo do Estado divulga Tabela de Pagamento de 2018

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), divulgou, nesta quarta-feira (20), a Tabela de Pagamento dos Servidores Públicos Estaduais 2018. O anúncio foi realizado pelo Secretário Estadual da Fazenda, Rafael Fonteles, no auditório do Conselho de Contribuintes do Estado do Piauí que hoje é denominado Tribunal Administrativo de Recursos Fiscais do Estado do Piauí (TARF). 
“A equipe econômica do governo recomendou que a tabela permanecesse no mesmo padrão, com a mesma quantidade de faixas, iniciando no penúltimo dia de cada mês e se estendendo, mais ou menos, até o oitavo dia útil do mês subsequente. Portanto, continua a mesma quantidade de faixas, sendo esta tabela muito semelhante a de 2017, pois seria muito temoroso anteciparmos com a crise econômica ainda persistindo em nosso país. A prudência recomenda a manutenção da tabela nos moldes que estamos”, enfatiza Rafael Fonteles.  
O secretário ainda ressaltou o cumprimento da tabela e o pagamento do 13º salário. “É claro que é nossa obrigação, mas num cenário de crise a gente considera uma vitória hoje ter no contracheque e na conta dos servidores o pagamento do 13º salario. E a ideia é que 2018 permaneçamos cumprindo essa tabela, que foi algo inaugurado pelo governador Wellington Dias,  no seu primeiro governo e permanece até hoje”, enfatiza Rafael Fonteles.   
O secretário da Fazenda ainda anunciou que apesar do Estado ter tido o ano mais difícil, financeiramente, para a atual gestão, o Piauí terá um dos maiores incrementos da receita própria nesse ano de 2017, chegando a um patamar de 11%, ficando, portanto, entre os três Estados do país que mais se destacaram no incremento da arrecadação própria. E em relação a esse mês de dezembro, comparado com dezembro de 2016, esse incremento da receita própria será de 25%, sendo um dos maiores da história do Estado e do Brasil. 
Durante a coletiva, o secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, também ressaltou que o Piauí está comemorando 13 anos que assumiu o compromisso de honrar a tabela de pagamento da Tabela dos Servidores Públicos Estaduais. “Conseguimos atravessar essa turbulência de 2017 graças, principalmente, à visão de gestão que tem o nosso governador Wellington Dias. Fizemos um trabalho de organização das finanças do Estado, iniciando, inclusive, esse trabalho em gestões anteriores, e hoje temos conseguido cumprir esse compromisso de manter o pagamento dos servidores em dia. Isso já é uma cultura e temos nos esforçado para não ter nenhum retrocesso, por isso vamos continuar trabalhando em 2018 para que essa tabela possa chegar ao seu final“, afirma Franzé.
O secretário de Planejamento, Antônio Neto, destacou ainda a  importância de tranquilizar os servidores nesse momento de crise financeira. “O Governador sempre priorizou o cumprimento da tabela como um compromisso de Estado, e não apenas de governo, porque sabe da importância que isso tem tanto para os servidores como para a economia do Estado. Além disso, ainda estamos monitorando mais de 2 mil obras e ações em todo Estado. Vamos conseguir cumprir a tabela e honrar os compromissos assumidos”, destacou o secretário de planejamento. 
Para equilibrar receitas e despesas e conseguir cumprir a tabela, o governador Wellington Dias assinou decreto que determinou o contingenciamento de despesas na administração pública direta e indireta. A Secretaria estadual da Fazenda ainda adotou várias medidas para incrementar a arrecadação, a exemplo do Refis, do investimento no monitoramento das malhas fiscais e ainda na adoção de outras medidas que visam incrementar a arrecadação, a exemplo de buscar recursos de receitas não tributárias, o que permitiu, inclusive, o anúncio dessa nova tabela.


ccom

Parnaibano cai de embarcação e desaparece no mar da Bacia de Campos; Marinha faz buscas no RJ

Um trabalhador caiu da embarcação no mar da Bacia de Campos na tarde desta segunda-feira (18). Ele caiu da embarcação "Mar Limpo III", a 129 quilômetros de Macaé, no litoral do Rio. A Marinha realiza buscas pelo homem com um navio-patrulha, uma aeronave e conta com o apoio de navios da Petrobras e de uma aeronave da Força Aérea Brasileira na manhã desta terça-feira (19).

Um inquérito será instaurado pela Marinha do Brasil para apurar as causas e responsabilidades do incidente. A empresa contratada está prestando assistência à família, de acordo com a Petrobras.

O trabalhador é contratado da empresa Bravante e, segundo o Sindicado dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), fazia a manutenção no passadiço da embarcação, que faz recolhimento de óleo, no momento da queda.

Embarcação voltou para o cais, no litoral do Rio, após acidente (Foto: Traffic Marinne/Reprodução)

A Marinha emitiu um Aviso aos Navegantes para que as embarcações que trafeguem nas proximidades possam apoiar as buscas.

A reportagem do G1 tenta contato com a assessoria de comunicação da empresa Bravante, responsável pelo navio a serviço da Petrobras, para um posicionamento sobre o caso.

G1

Secretaria de Saúde encerra capacitação de profissionais da Rede de Urgência do Litoral do Piauí

Resultado de imagem para secretaria de saude do piauiA Secretaria de Estado da Saúde em parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz desenvolveu na macrorregião Litoral do Piauí o Processo de Formação-Ação (PFA) do projeto Gestão para Educação Permanente dos Profissionais da Rede de Atenção às Urgências (Gepprau). O seminário final com a apresentação dos resultados acontece na quinta-feira (21), às 8h, no SESC Praia, em Luís Correia.
A qualificação integra o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) e foi voltada aos profissionais da Atenção Primária, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), componentes Hospitalares de Urgência, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Força Nacional do SUS, níveis centrais de gestão em urgências das secretarias municipais de saúde, assim como a do Estado, Regulação e Atenção Domiciliar.
“O projeto Gepprau visa os serviços naquela região e apoiar as lideranças na integração entre os componentes da Rede de Atenção às Urgências na indução de ações voltadas às melhorias dos processos gerenciais e, consequentemente, na qualificação dos resultados assistenciais para os cidadãos usuários do SUS e seus trabalhadores, sempre em parceria com as Universidades”, comenta Telmo Mesquita, coordenador da Rede de Urgência e Emergência do Estado.
Foram qualificados mais de 90 profissionais de saúde da Rede de Atenção às Urgências dos territórios da Planície Litorânea e Cocais, contemplando 34 municípios.
Segundo o coordenador Telmo Mesquita, um dos principais objetivos é a estruturação do Núcleo Regional de Educação Permanente em Urgência (NEU Regional) a partir da organização das linhas de cuidado prioritárias, visando à melhoria dos resultados assistenciais e a garantia dos direitos humanos e sociais nos serviços de urgência.
Autoria: Denise Nascimento

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

TCE suspende licitação da prefeitura de Parnaíba; empresa já havia iniciado obra antes do contrato


Resultado de imagem para canteiros avenida coronel lucas mão santa
"Foram realizados serviços sem prévia licitação,sem qualquer amparo nas hipóteses de dispensa,bem como realização de procedimento depois de efetivada a contratação", disse o conselheiro Luciano Nunes.
O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) determinou a suspensão de procedimento licitatório realizada pela prefeitura de Parnaíba para a contratação de empresa especializada em engenharia para a executar a reforma dos canteiros da Avenida Coronel Lucas e Avenida Armando Cajubá.
A decisão monocrática é do conselheiro Luciano Nunes Santos, desta segunda-feira, 18 de dezembro. Ela é baseada em “Nota de Alerta” que foi apresentada contra o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, noticiando irregularidades em uma licitação que foi marcada para o dia 19 de dezembro de 2017 às 9h cujo objeto é a reforma de canteiros centrais de algumas ruas de Parnaíba.
Segundo o denunciante, há vários dias as obras destinadas a esse mesmo objeto já estariam finalizadas, e, portanto, entende que não haveria motivos para licitação. Ele ainda questionou a legalidade do ato do gestor “que promove, executa, obra sem prévio procedimento licitatório, assim como a legalidade de se realizar licitação sobre um objeto cuja obra já fora realizada”

Mão Santa

Inspeção conclui irregularidades
Um técnico do TCE foi até o local e “constatou que os canteiros, e que, em sua maior parte, estavam finalizados ou em fase de conclusão”. A Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal (DFAM) citou que o canteiro central em frente à residência de nº 1499, na Avenida Armando Cajubá, cotado em R$ 45.136,43 mil, foi verificado e que a obra encontra-se concluída.
“O Relatório de Inspeção é conclusivo em afirmar que, dos seis canteiros visitados, dois já estavam concluídos e outros dois em fase de execução, inclusive constatando-se trabalhadores em atividade no local. Com efeito, ainda que em sede de análise superficial, foram realizados serviços de engenharia sem prévia licitação, sem qualquer amparo nas hipóteses de dispensa ou inexigibilidade, bem como realização de procedimento depois de efetivada a contratação do objeto desejado, invertendo fases essenciais do Procedimento Licitatório, o que torna gravíssimo o fato constado pela DFAM, demandando, destarte, atuação desta Egrégia Corte de Contas”, disse o conselheiro Luciano Nunes.
Decisão
Cautelarmente foi determinada a imediata suspensão do procedimento licitatório referente à Tomada de Preços nº 09/2017 – PMP de interesse da secretaria de Serviços Urbanos e Defesa Civil (Sesudesc), bem como quaisquer outros editais posteriores que tenham ligação ao objeto e mérito da denúncia.
“Ressalte-se que, caso o gestor insista na manutenção do Procedimento Licitatório marcado para amanhã, bem como quaisquer outros futuros que visem a consecução sobre mesmo objeto ora atacado, declarar-se-á o mesmo nulo de pleno direito”, destacou.

BÁRBARA RODRIGUES/GP1